INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Trump recorre contra decisão que o barra das primárias no Maine

Trump recorre contra decisão que o barra das primárias no Maine

Nesta terça-feira (02), Donald Trump entrou com uma ação judicial para recorrer contra a decisão da principal autoridade eleitoral do estado do Maine que o barra de concorrer às eleições primárias para presidência em 2024 pelo Partido Republicano. A sentença tomada pelo estado tem como base a 14ª Emenda da Constituição americana e condena o ex-presidente por incitar seus eleitores a invadirem o Capitólio, local sede do poder legislativo dos Estados Unidos, após sua derrota nas eleições contra o atual presidente americano, Joe Biden, em janeiro de 2021. 

A defesa de Trump solicitou à Suprema Corte do Maine, órgão de segunda instância de jurisdição, a revisão da decisão tomada por Shenna Bellows, 50ª secretária do estado do Maine. De acordo com a defesa, Bellows não tem autoridade para retirar Trump das primárias, que acontecerão no próximo dia cinco de março. 


Trump recorre contra decisão que o barra das primárias no Maine

Donald Trump recorre a decisão de Shanna Bellows por sua inelegibilidade no Maine. (foto: reprodução/Carlos Barria/REUTERS)


A decisão de Bellows

A medida jurídica tomada por Shenna Bellows tem como base os pedidos de ex-parlamentares do estado do Maine que solicitaram a exclusão de Donald Trump das eleições primárias de 2024 com a argumentação de que, de acordo com a Seção três da 14ª Emenda da Constituição,  cargos públicos não podem ser ocupados por indivíduos que praticaram “rebelião ou insurreição” contra o Estado americano. 

No entanto, os advogados de Trump contestam a afirmação de que seu cliente estaria envolvido em um ato de “rebelião ou insurreição”, que remete ao discurso promovido pelo ex-presidente após a confirmação da derrota para o democrata Joe Biden nas eleições presidenciais de 2020. 

14 estados movem ações judiciais contra Trump

Além do Maine e do Colorado que já decidiram retirar Trump das eleições primárias de 2024, outros 14 estados americanos movem ações judiciais contra o ex-presidente com base na 14ª Emenda da Constituição. 

A Suprema Corte Americana deve, em breve, tomar uma decisão em nível nacional sobre a possível candidatura de Donald Trump às eleições presidenciais de 2024, podendo condená-lo por inelegibilidade ou não.

 

Foto destaque: Donald Trump, 45° presidente dos Estados Unidos. (reprodução: Mandel Ngan/AFP)

Advertisement. Scroll to continue reading.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...

Celebridades

Nesta quarta-feira (20), Nanda Costa compartilhou um vídeo em suas redes sociais dizendo que está se sentindo exausta e que a rotina das filhas...