INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Unicamp 2024: inscrições para o vestibular abrem nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira (31), a Unicamp abriu as inscrições para o Vestibular 2024, oferecendo o total de 2.540 vagas em 69 cursos da universidade. Para realizar a prova, o candidato deve entrar no site da comissão organizadora (Comvest) e preencher um formulário até dia 31 de agosto, além de pagar uma taxa de R$ 192, se não for isento.

A primeira fase da prova ocorrerá dia 29 de outubro, e a segunda fase está marcada para ocorrer nos dias 3 e 4 de dezembro. Na edição deste ano, a instituição prevê um número de 60 mil a 65 mil de vestibulandos inscritos, mencionando uma expectativa para “estabilidade ou pequeno aumento”, em comparação aos 61 mil inscritos na última prova.

Segundo a Comvest, o pagamento da taxa de inscrição do vestibular deve ser feito até o dia 8 de setembro. E, àqueles interessados em solicitar isenção parcial da taxa, com desconto de 50% do total, devem realizar o pedido entre os dias 2 e 4 de agosto.

Mudanças no vestibular

A Unicamp anunciou algumas mudanças no processo seletivo, em março, como o aumento do número de questões de humanas na primeira etapa, e diminuição de questões de matemática para os candidatos aos cursos de humanas/artes e biológicas/saúde na etapa seguinte.

A prova seguirá a mesma logística da prova anterior. As provas da primeira fase ocorrerão em 31 cidades de São Paulo, além de Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Salvador (BA) e Fortaleza (CE).

Nesta edição, 9.888 isenções da taxa do vestibular foram totalizadas pela universidade, segundo maior número desde 2000, quando o programa foi criado. O maior número foi em 2021, com 11.810 isenções.

Distribuição de questões

1ª fase

A comissão organizadora do vestibular manteve o número total de 72 questões de múltipla escolha na primeira etapa. Até a última edição, os candidatos deveriam responder duas questões de filosofia e sociologia inseridas junto com geografia e história. A partir do próximo vestibular, o número de questões para estas duas disciplinas subirão para seis, com a apresentação separada. Além disso, as disciplinas de química, física, inglês e biologia terão suas perguntas reduzidas na primeira fase.

José Alvez de Freitas Neto, diretor da Comvest, explicou o motivo desta mudança na primeira fase. Segundo ele, ela serve para acompanhar a carga horária dos vestibulandos do ensino médio, que tem equilíbrio entre as ciências da natureza e ciências humanas. De acordo com ele, havia uma diferença total de oito questões entre estes dois grupos e candidatos com mais facilidade em humanas tiveram seu desempenho afetado nas edições anteriores.

 2ª fase

O primeiro dia da segunda etapa permanece o mesmo na distribuição de questões, segundo a Comvest.

No entanto, no segundo dia da 2ª fase da prova, a Unicamp diminuiu o número de questões de matemática para os candidatos aos cursos de Biológicas e Saúde, e Humanas e Artes. Além disso, em humanas e artes, as disciplinas de filosofia e sociologia serão cobradas separadamente.


Aluno realizando prova da Unicamp. (Foto: Reprodução/G1)


Mais questões de filosofia e sociologia

Segundo Freitas Neto, a inserção de questões autônomas destas duas disciplinas serve para valorizar os conhecimentos nestas áreas, ao apresentá-los de forma separada à história e geografia.

A exigência que teremos na prova é a respeito da leitura de enunciados, textos e apreensão de conceitos. Tudo de uma forma bastante contextualizada, mas não temos uma exigência e não será cobrada uma questão relacionada à tradição da história da filosofia. Tudo que aparecer vai ser relacionado às temáticas de tópicos que envolvem conceitos da sociologia, filosofia e compreensão e aplicação destes mesmos conceitos da mesma forma que fazemos em outras provas. Então o candidato não deve esperar um nível maior de exigência, mas deve apenas identificar que existem questões próprias da filosofia e sociologia”, diz o diretor da Comvest.

Nível de dificuldade e notas de corte da 1ª etapa

A Comvest avalia que, com as mudanças ocorridas na primeira etapa, a prova seja considerada mais fácil e, com isso, as notas de corte podem ser elevadas.

“Imagino que com o equilíbrio de ciências da natureza e ciências humanas, e a maior facilidade dos candidatos com ciências humanas, tende-se a dizer que a prova ficará um pouquinho mais fácil. Consequentemente isso responde a outra questão, que é a possibilidade da nota de corte subir. A nota de corte não é estabelecida previamente, mas ela é dada a partir dos rendimentos dos candidatos em determinada área. Nesse sentido, é normal supor que o pessoal de humanidades tendo seis questões de filosofia e sociologia tenha um rendimento superior ao que teria antes resolvendo uma questão de física, uma de química e uma de biologia”, diz o historiador.

Expectativas para a 2ª fase

Com as mudanças ocorridas na segunda etapa do vestibular, como a redução das questões de matemática, a Unicamp prevê uma melhora no filtro de seleção.

“A prova de 2ª fase seguramente ficará mais amigável [para candidatos de humanas e biológicas], considerando a diminuição das questões de matemática e a ampliação das áreas em que estão escolhendo as carreiras […] A expectativa para a 2ª fase é de que venhamos a ter um melhor filtro daqueles que serão aprovados”, afirma o diretor da Comvest.

Sem cobrança de itinerários

De acordo com a Comvest, o vestibular de 2024 não irá cobrar os itinerários formativos que estão previstos no Novo Ensino Médio, modelo que foi aplicado no último ano e foi alvo de críticas.

Estes itinerários são um conjunto de matérias que os estudantes podem escolher no ensino médio. O diretor da Comvest explica que a Unicamp irá exigir os conteúdos que são obrigatórios na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do MEC, e que a cobrança de questões de sociologia e filosofia não irá causar um estranhamento aos vestibulandos, mesmo que abordagem não seja ampla no ensino médio.

Foto destaque: Estudantes indo prestar vestibular da Unicamp. Reprodução/Unicamp

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 + 9 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.