INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Conselho de Segurança da ONU aprova cessar-fogo em Gaza

Resolução busca acabar com escalada de violência entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza

Conselho de Segurança da ONU
A resolução de cessar-fogo imediato em Gaza foi aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU (Fotografia: reprodução/EVAN SCHINEIDER/ONU)

Na segunda-feira (25), foi alcançado pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas um marco significativo, com a aprovação de uma resolução que exige um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza. Esta medida, liderada por Moçambique e respaldada por um grupo de dez países rotativos, marca a primeira ocasião em que o Conselho conseguiu aprovar uma resolução dessa natureza para o território palestino.

Em meio a uma ofensiva militar intensa por parte de Israel, desencadeada após um ataque perpetrado pelo grupo terrorista Hamas em outubro de 2023, a aprovação ocorre. Desde então, um aumento alarmante de violência e sofrimento humano foi testemunhado na região, com centenas de vidas perdidas e inúmeras famílias deslocadas devido aos conflitos.

Proposta vetada


China e Rússia vetaram uma resolução proposta pelos EUA (Fotografia: reprodução/XINHUA/ONU)

Na semana passada, uma resolução proposta pelos Estados Unidos, solicitando uma interrupção nos bombardeios, foi vetada pela China e pela Rússia, que são dois dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança com poder de veto.

A mudança notável na posição de Washington em relação ao conflito, representada pela proposta dos EUA, incluiu não só o pedido de um cessar-fogo imediato, mas também a libertação de reféns. No entanto, alguns membros do Conselho resistiram a essa iniciativa, argumentando que os Estados Unidos não demonstraram comprometimento suficiente com uma solução duradoura para o conflito.

Desafios da implementação do cessar-fogo

No entanto, embora represente um passo crucial em direção à paz, não se pode garantir sua eficácia na total resolução do conflito. O desafio atual é implementar de forma efetiva as determinações contidas no texto da ONU, com ênfase na garantia de cumprimento pelos principais atores envolvidos: o governo de Israel e o grupo Hamas.

Posição Americana sobre a guerra Israel x Hamas

Nas últimas semanas, houve uma alteração de postura por parte do governo norte-americano em relação ao conflito. O presidente Joe Biden manifestou preocupação com o alto índice de civis mortos no território palestino.

Em fevereiro, começou a ser debatida a possibilidade de os Estados Unidos proporem uma resolução no Conselho de Segurança da ONU visando interromper o conflito no território palestino.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 16 =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...