INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Microsoft confirma invasão hacker russa em sistemas de e-mails corporativos

Nenhuma evidência de comprometimento de dados foi confirmada, a investigação mostra que os criminosos podem estar construindo uma imagem das áreas a serem atacadas

Foto Destaque: fachada de uma das sedes da Microsoft (Foto> Lucy Nicholson/REUTERS

Nesta sexta-feira (8), hackers russos tiveram acesso a alguns dos maiores sistemas software da Microsoft. A invasão seria a maior que a empresa sofreu nos últimos tempos. A Microsoft acredita que os criminosos usaram informações roubadas dos sistemas de e-mail corporativos da Microsoft para acessar “alguns dos repositórios de código-fonte e sistemas internos da empresa”, disse em uma apresentação perante a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos.

Não se sabe qual código-fonte foi acessado pelos cibercriminosos do grupo Nobelium, ou “Midnight Blizzard”, como a Microsoft se refere a eles. E também não houve tempo de invasão aos sistemas, para roubo de dados.

O código-fonte é cobiçado pelas corporações, porque contém os elementos secretos de um programa de software que o fazem funcionar. Hackers com acesso ao código-fonte podem usá-lo para realizar ataques subsequentes a outros sistemas.


Post da CNN sobre a invasão dos hackers nos sistemas da Microsoft (Foto: reprodução/X/@CNNBrasil)

Tentativa de roubo em janeiro

Em janeiro deste ano, houve também uma tentativa de hackeamento nos sistemas da Microsoft. Inclusive, no mesmo período outra grande empresa de tecnologia, a Hewlett Packard Enterprise, também encontrou tentativa de acessos por hackers, que teriam violado seus sistemas de e-mail baseados em nuvem. O âmbito completo e o propósito exato da atividade não são claros, mas os especialistas dizem que o grupo responsável tem um histórico de amplas campanhas de coleta de informações em apoio ao Kremlin.

O grupo de hackers estava por trás da infame violação dos sistemas de e-mail de várias agências dos EUA, usando software fabricado pela empresa norte-americana SolarWinds, que foi revelado em 2020. Os hackers tiveram acesso durante meses a contas de e-mail não identificadas, informações confidenciais dos departamentos de Segurança Interna e Justiça, entre outros órgãos, antes da descoberta da operação de espionagem.

Outras tentativas de roubo

A Microsoft vem sofrendo com tentativas de acesso aos sistemas, há alguns anos. Em 2021, por exemplo, com uma falha do Microsoft Exchange Server, servidores de e-mail de 30 mil organizações foram invadidos. E no ano passado, hackers chineses acessaram e-mails do governo dos Estados Unidos por meio de um problema de segurança de nuvem da empresa.

Matéria por: Carol Aguilera/Lorena R7

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...