INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Nova onda de calor: Mato Grosso do Sul e Paraná podem chegar até 35ºC

A alta pressão atmosférica resulta na onda de calor no centro-oeste que favorece um clima quente e seco nessas regiões

Climatempo alerta para a onda de calor no final de abril
Foto Destaque: O sol nasce por trás dos telhados (reprodução/ David GANNON/ Getty Images Embed)

O Climatempo alerta para a quarta onda de calor do ano, que deve afetar principalmente Mato Grosso do Sul, Paraná, centro e oeste de São Paulo, Triângulo Mineiro e sul de Goiás. Nessas regiões, os termômetros podem registrar até 35°C, intensificando o calor já persistente.

Sistema de alta pressão atmosférica bloqueia frentes frias e intensifica o calor. Segundo os meteorologistas, a formação da onda de calor se deve a um sistema de alta pressão atmosférica que impede a chegada de frentes frias e intensifica o calor na região. Essa massa de ar quente e seco, característica do Centro-Oeste, deve permanecer sobre a região no final de abril, influenciando todo o país.

Apesar do início do outono, as altas temperaturas persistem, configurando um cenário de “verão prolongado”. Segundo o meteorologista Fábio Luengo, do Climatempo, essa situação é comum no início da estação, que representa uma transição entre as estações.


infografico onda de calor
Infográfico sobre a nova onda de calor (Foto: reprodução/Arte G1/Kayan Albertin)


O que são ondas de calor?

Ondas de calor são fenômenos climáticos caracterizados por temperaturas elevadas que persistem por um período prolongado, geralmente cinco dias ou mais. Para ser considerada uma onda de calor, a temperatura deve estar pelo menos 5°C acima da média para a região naquele período do ano.

Uma onda de calor se forma quando uma massa de ar quente fica bloqueada na atmosfera, geralmente devido a sistemas de alta pressão que impedem a chegada de frentes frias e intensificam o calor.

Além disso, o El Niño desempenha um papel importante no surgimento das ondas de calor, aquecendo a atmosfera e intensificando as altas temperaturas. As mudanças climáticas também estão contribuindo para a ocorrência de eventos climáticos extremos, como as ondas de calor, tornando-as mais frequentes e intensas.

Locais que serão afetados pela onda de calor

Segundo a Climatempo, o calor intenso continuará nos próximos dias no Centro-Sul do Brasil, especialmente em áreas como Mato Grosso do Sul, Paraná e oeste de São Paulo, devido ao fluxo de ar quente.

A quarta onda de calor em quatro meses se intensifica gradualmente, resultado do sistema de alta pressão atmosférica que inibe a formação de nuvens e intensifica o calor, impedindo também a ocorrência de chuvas.

Apesar de algumas regiões serem mais impactadas, o Climatempo alerta que a maioria dos brasileiros deve se preparar para temperaturas excessivamente altas. Hidratação constante e cuidados com a saúde são essenciais para enfrentar esse período de calor intenso.

Enquanto isso, em regiões como Minas Gerais, leste de São Paulo, Goiás e Distrito Federal, as temperaturas mínimas podem registrar valores mais baixos devido à presença de ar seco. Esse padrão climático deve persistir até pelo menos 2 de maio, podendo estender-se até a primeira semana do próximo mês.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...