INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Onda de calor também eleva as temperaturas no México

Cidades mexicanas enfrentam calor histórico e crises energéticas e hídricas, em período eleitoral

Imagem da cidade do México Foto: Jess Kraft / Shutterstock.com
Imagem da cidade do México Foto: Jess Kraft / Shutterstock.com

Os efeitos das mudanças climáticas causadas pelo El Nino e pela ação humana estão em diversos lugares do mundo. As aparecem em ondas de calor e como enchentes assim como na Tragédia humanitária no estado brasileiro do Rio Grande do Sul. No México, a elevação das temperaturas estão batendo recordes históricos.

Temperaturas elevadas em diversos estados mexicanos

A maior cidade da América do Norte e capital do país, Cidade do México, alcançou níveis de calor alarmantes na última sexta( dia 11). Outras localidades também viram os termômetros subirem. A capital mexicana chegou aos 34,5° ontem. Para os níveis brasileiros parece pouco, mas o local é conhecido pelas temperaturas amenas por estar em uma região mais elevada. A cidade vizinha, Puebla, quebrou seu recorde histórico de 1947 com 35,2º na última quinta-feira. Os estados mexicanos mais próximos aos EUA como Taumalipas alcançou 47,4º também no mesmo dia.

Além das consequências do calor excessivo, o México está passando por um período prolongado de seca causando uma crise hídrica em muitas partes do país. Os apagões estão a cada dia mais frequentes e causam diversos problemas para a população como as aulas nas escolas interrompidas pelas temperaturas por volta dos 50º. O Ministério da Saúde mexicano emitiu um relato informando sete mortes diretamente relacionadas ao calor desde do começo da temporada no dia 17 de março até o dia 4 de maio. A tendência é de aumento nos números.

Crise energética e hídrica no período eleitoral

O órgão regulador do sistema de energia mexicano emitiu alertas para novos apagões, pois a demanda está se excedendo a oferta. A questão ganha cunho política quando analistas questionam se o país terá condições de enfrentar as ondas de calor e a crise hídrica. Principalmente por ser um ano eleitoral, as críticas recaem nas acusações que o atual governo não investir em tecnologia para manutenção de rede de energia no país.


O atual presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, que irá terminar seu mandato no mês de outubro garante que os apagões foram casos isolados e a capacidade energética do país será suficiente para o período.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...