INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Pontes temporárias sobre rio são arrastadas por correntezas no Rio Grande do Sul

Fortes temporais que assolam o estado acarretaram o extravasamento do Rio Forqueta

Fortes temporais causaram o extravasamento do Rio Forqueta
Foto destaque: Pontes temporárias são arrastadas por correntezas no RS (Reprodução/NELSON ALMEIDA/Getty Images Embed)

O estado do Rio Grande do Sul voltou a ser atingido por novos temporais desde a quinta-feira (23) desta semana, e em decorrência do aumento do volume de chuva na região, ocorreu o extravasamento do Rio Forqueta, no Vale do Taquari, que transbordou além do limite atual do corpo hídrico. Dessa forma, fortes correntezas se formaram, resultantes do excedente volume de água, e ocasionaram no desmoronamento e arraste das duas passarelas provisórias, construídas pelo Exército Brasileiro, devido à força das águas. Após o ocorrido, não restaram muitas evidências e sinais das pontes que serviam como recursos temporários para atenderem a população local.


Vídeo da ponte sendo arrastada pela força das águas (Vídeo: reprodução/Instagram/@deputadosanderson)


Municípios isolados e carentes de ajuda

As duas pontes, que haviam sido montadas pelas forças armadas sobre o Rio Forqueta, tinham por objetivo conectar, de forma temporária, os dois municípios de Arroio do Meio e Lajedo, no estado gaúcho. E em consequência da perda das estruturas de passagem, devido às fortes correntezas, ambos os municípios se encontram isolados, e sem previsão do que será feito para sanar o problema.


Ponte provisória antes de ser destruída (Foto: reprodução/NELSON ALMEIDA/Getty Images Embed)

Uma população sem saída

Diversos moradores foram prejudicados com o desmoronamento das passarelas, pois grande parte necessita transitar do município de moradia para a cidade vizinha para trabalhar. Entretanto, as autoridades ainda não informaram quando haverá a reconstrução das duas pontes, pois as intensas correntes de águas provocadas pela cheia do Rio Forqueta, tornam inviáveis o desenvolvimento da obra no momento. Por enquanto, a única forma de locomoção que existe entre os municípios é pela cidade de Colinas. Contudo, o percurso leva quase duas horas por via terrestre, pela BR-386, a qual apresenta grande fluxo de trânsito.

Alerta de mais temporais e enchentes na região

Nas últimas semanas o Rio Grande do Sul tem sido atingido por intensas chuvas e enchentes que provocaram muitos prejuízos para a população gaúcha. Calcula-se que o RS tenha acumulado cerca de 580 mm de chuva em maio, um dos maiores já registrados na história do estado, de acordo com a Universidade do Vale do Taquari. A defesa civil informou acerca do perigo de desmoronamentos no centro do Cruzeiro do Sul, no Vale do Taquari, e a cidade de Muçum também está sob alerta, devido ao aumento do volume do Rio Taquari, que se elevou em um metro no período de apenas 15 horas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...