INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Protestantes podem afetar as reeleições de Joe Biden

Momento histórico de manifestações se repete na Universidade de Columbia e causa preocupação quanto as próximas eleições

Manifestação
Foto Destaque: manifestação nos EUA a favor dos palestinos (Reprodução/Shavnya/Unsplash)

Estudantes e professores manifestantes estão mobilizados nos campi de algumas instituições de ensino nos EUA exigindo o fim imediato da guerra. Eles alegam que Joe Biden tem participação culposa nas mortes durante o período de conflito entre Israel e Hamas, com mais de 34 mil mortes, segundo o Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas. Tais conflitos podem afetar seriamente a campanha de reeleição do atual presidente, afastando os eleitores jovens e judeus, dois segmentos que ajudaram na sua vitória no ano eleitoral de 2020. 

Neste sábado (27), os protestos estenderam-se para a parte externa do jantar anual de Biden, na Casa Branca, em Washington, onde ocorreram casos de hostilidade aos jornalistas por parte dos manifestantes. 


Manifestação nas ruas dos EUA
Manifestação a favor dos palestinos (Foto: reprodução/Ehimetalor Akhere Unuabona/Unsplash)

Precedente histórico demonstra riscos para as eleições 

Após a reitora da Universidade de Columbia, em Nova York, pedir a intervenção de policiais para retirar os manifestantes do campus, os oficiais, em atos violentos, prenderam centenas de estudantes, atos esses que se pareciam com os protestos de 1968.

No mesmo ano, com a Guerra do Vietnã, os estudantes se posicionaram também contra o apoio dos EUA e se manifestaram no mesmo campus da Universidade de Columbia. 

Tanto a preocupações quanto as coincidências das manifestações da época e atuais, estão relacionadqs ao resultado do desaponho dos jovens ao presidente Lyndon Johnson, que liderou os estadunidenses para o maior fracasso da história do país, resultando em sua derrota em 1968 na política. 

Apesar de Biden, atual presidente dos EUA, apoiar fortemente Israel após o massacre do Hamas, ele vem manifestando divergências com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Contudo, mesmo com as declarações de Biden em estar à procura da paz e contra às mortes civis, isso não tem conquistados os estudantes indignados. Uma pesquisa da CNN mostra que o apoio à gestão de Biden, caiu cerca de 6% de janeiro até abril. 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...