INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Revolução dos Cravos: Conheça a revolução que derrubou o regime ditatorial português

Meio século após o levante histórico, o país relembra as lutas e as conquistas rumo à democracia

Revolução dos cravos
Em 25 de abril de 1974, marca-se o "início da vida democrática" em Portugal (Fotografia: Reprodução/UPI/Bettmann Archive/CNN BRASIL)

Há cinquenta anos, Portugal testemunhou o fim da ditadura do Estado Novo, um marco histórico conhecido como Revolução dos Cravos, ocorrido em 25 de abril de 1974. Este momento sinalizou o início da democracia no país europeu, encerrando décadas de regime autoritário.

A Revolução dos Cravos foi um levante notável pela sua natureza pacífica, contando com o apoio das Forças Armadas e da população civil. Insatisfeitos com a direção do país e a política repressiva do governo em relação às colônias, os portugueses se uniram para demandar mudanças. O Estado Novo, que havia sido estabelecido em 1933 e liderado por Antonio Oliveira Salazar até 1968, finalmente chegava ao seu término em 1974.

Os cravos vermelhos emergiram como o símbolo da revolução, quando a população os ofereceu aos soldados rebeldes, que os colocaram nos canos de suas armas. Este gesto pacífico representou a esperança de mudança e liberdade.

Libertação das ex-colônias portuguesas

Além de marcar o advento da democracia em Portugal, a Revolução dos Cravos também desencadeou processos de independência em diversas colônias portuguesas. Logo após o evento, Guiné-Bissau conquistou sua independência, seguida por Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Angola ao longo dos anos seguintes.

A partir da Segunda Guerra Mundial e, especialmente, com o estabelecimento da Organização das Nações Unidas (ONU), a colonização passou a ser amplamente contestada como uma violação dos direitos e da liberdade dos povos dominados. O presidente português Marcelo Rebelo de Sousa reconheceu recentemente os crimes cometidos durante o período colonial e de escravidão, sugerindo a necessidade de reparação.

Desenrolar da revolução e consolidação da democracia

O golpe militar que derrubou o Estado Novo foi planejado por um grupo de capitães e contou com o apoio da população. A deposição dos líderes do regime abriu caminho para a instauração de uma Junta de Salvação, que conduziu a transição para a democracia, encerrando práticas ditatoriais e restaurando os direitos políticos.


Revolução dos Cravos: Conheça a revolução que derrubou o regime ditatorial português
Hoje (25) completa 50 anos da Revolução dos Cravos em Portugal (Fotografia: Reprodução/Miranda Castela/Assembleia da República Portuguesa/CNN BRASIL)

No entanto, o período pós-revolução foi marcado por turbulências políticas, com diversos governos provisórios e tensões internas. A realização de eleições para a Assembleia Constituinte em abril de 1975 foi um marco importante, mas também foi acompanhada por conflitos e violência política.

A Constituição de Portugal foi aprovada em 1976, e as primeiras eleições para a Assembleia da República ocorreram no mesmo ano, resultando na maioria para o Partido Socialista. Ramalho Eanes foi eleito presidente da República, enquanto Mário Soares assumiu como primeiro-ministro do primeiro Governo Constitucional.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...