INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Sabesp mobiliza recursos para ajudar Rio Grande do Sul em enchentes

A Sabesp enviará 18 bombas e 57 profissionais ao Rio Grande do Sul para ajudar no combate às enchentes e na recuperação das áreas afetadas

Sabesp-mobiliza-recursos-para-ajudar-Rio-Grande-do-Sul-em-enchentes
Enchentes Rio Grande do Sul (Foto: Getty Images Embed)

A Sabesp, empresa de saneamento básico do Estado de São Paulo, está mobilizando recursos para ajudar o Rio Grande do Sul a enfrentar as graves enchentes que assolam o estado. Serão enviados 18 conjuntos de bombas de escoamento, com capacidade de transferir cerca de mil litros de água por segundo, o suficiente para encher uma piscina olímpica em apenas 30 minutos.

Histórico de Uso e Logística

Essas bombas já foram utilizadas em ações de macrodrenagem durante a crise hídrica de 2014 na Região Metropolitana de São Paulo, quando auxiliaram no Sistema Cantareira ao bombear água do volume morto para áreas mais altas. Agora, essas mesmas bombas serão transportadas para o Rio Grande do Sul: quatro delas por aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e as outras 14 por rodovias, com apoio do Exército. A previsão é que os equipamentos cheguem a Canoas e Porto Alegre na sexta-feira, 17 de maio.

O diretor-presidente da Sabesp, André Salcedo, informou que a equipe técnica da empresa já está no local, identificando os melhores pontos para a instalação das bombas. “Precisamos trabalhar na redução do volume de água para que as equipes possam iniciar a reconstrução das cidades”, afirmou Salcedo. As bombas, sendo flutuantes, ajustam-se ao nível da água, o que facilita o trabalho e evita a necessidade de deslocamento constante.

Assistência Técnica e Humanitária

Além dos equipamentos, a Sabesp está enviando 57 profissionais ao Rio Grande do Sul. Esses especialistas atuarão na recuperação de instalações danificadas pelas chuvas, como estações de tratamento, e na distribuição de água potável para a população afetada.


Estadio do Gremio em meio a inundação (Foto: Getty Images Embed/Getty Images)


As enchentes no Rio Grande do Sul resultaram em 151 mortes até a quinta-feira, 16 de maio. Em Porto Alegre, o nível do Rio Guaíba caiu para abaixo de 5 metros pela primeira vez desde segunda-feira, 13 de maio, mas a expectativa é que as águas recuem ainda mais. O cenário nas áreas onde a água já baixou é devastador, com esgoto a céu aberto, mau cheiro e a presença de animais mortos.

Esperança e Reconstrução

A Sabesp e outras autoridades locais trabalham incansavelmente para mitigar os impactos das enchentes e auxiliar na recuperação das comunidades afetadas. A esperança é que, com a diminuição do volume de água, as equipes possam avançar na reconstrução e normalização da vida nas áreas atingidas.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...