INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Texas confirma caso de gripe aviária em humano

O alerta feito em rede nacional e estadual disse que uma pessoa no Texas contraiu a gripe aviária, após ter contato com o leite de vacas infectadas com o vírus influenza H5N1

Gripe aviária
Foto destaque: close de uma vaca no Texas - EUA em 2022 (Reprodução/Andy Bodemer/Unsplash)

Nessa segunda-feira (dia 1º), o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos anunciou que um trabalhador de uma fazenda de laticínios, que estava em “contato direto com gado leiteiro”,  testou positivo para a cepa H5N1.

O americano infectado teria feito o teste na semana passada e recebido o diagnóstico no final da semana. Segundo informações do Washington Post, “o paciente está recebendo tratamento para a condição que, até agora, causou apenas inflamação nos olhos”. Ainda de acordo com o jornal, “embora essa infecção não altere a avaliação de risco para a saúde pública dos EUA, considerada baixa, o CDC enfatizou que pessoas expostas a aves ou animais infectados, ou a ambientes contaminados por eles, correm maior risco de infecção”.

O botão de alerta foi ligado devido à apreensão de uma nova epidemia, que já afetou milhões de aves e mamíferos marinhos e, recentemente, vacas nos Estados Unidos.

Origem da gripe

A gripe aviária foi detectada em espécies como gaivotas, corujas, patos, nos EUA desde 2022. É um vírus da gripe tipo A. Muitos mamíferos foram infectados, principalmente no oeste e centro-oeste dos Estados Unidos. Ursos, raposas, gambás e focas também foram contaminados. Os cientistas acreditam que a transmissão do vírus se deu pela interação desses animais com aves infectadas ou os mesmos poderiam tê-las comido.   


Fazendeiro americano manteve sua criação de peru em abrigo para evitar contágio da gripe em 2022 (Foto: reprodução/Nathan Howard/Getty Images embed)


Rebanhos leiteiros do Kansas, Michigan, Novo México e Idaho também foram atingidos pelo surto. As vacas infectadas tiveram sintomas leves, até o momento, reduzindo a produção de leite e apresentando perda de apetite. Nas aves, normalmente o vírus é fatal.

Insegurança no consumo de leite

Comercialmente, o consumo de laticínios processados é considerado seguro. Através do processo de pasteurização, patógenos são inativados, inclusive o vírus da gripe aviária. A dúvida seria se o vírus pode ser transmitido através de laticínios não pasteurizados ou crus.

Como sabemos, o vírus da gripe sofre constantes mutações, o que dificulta o controle. O CDC já está se preparando caso a avaliação de risco da saúde pública mude. A agência acrescentou que irá atualizar o status do evento, à medida que novas informações relevantes forem disponibilizadas. Os sintomas em humanos são variados. Em casos brandos, a doença se manifesta como uma gripe comum ou com inflamação nos olhos. Nos casos mais graves, os pacientes podem ter pneumonia.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + um =

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...

Reality

A final de A Fazenda 15 vai acontecer na quinta-feira (21). Quatro integrantes estão na disputa pelo prêmio de um milhão e meio de...