INMAG | Todos os direitos reservados.

Hi, what are you looking for?

Notícias

Ucrânia revela que Rússia usa civis como “escudos humanos”

Forças da Ucrânia revelam que forças militares russas capturam e interrogaram moradores de Kharki

Civis ucranianos
Civis ucranianos em campo militar(Foto/Reprodução/ Mirada 21/Creative Commons)

Desde a semana passada, os russos intensificaram seu ataque ao norte da Ucrânia, atravessando a fronteira para a mais nova tentativa de invadir e tomar Kharkiv, a segunda cidade mais populosa do país, e segundo informações das autoridades ucranianas, as forças inimigas estão utilizando civis com prisioneiros e ‘’escudos humanos’’. 

Comunicados oficiais

Em um comunicado à emissora pública Suspilne News, o chefe do departamento de investigação da polícia regional de Kharkiv, Serhii Bolvinov, feito nessa sexta-feira (17) revelou à informação do ataque em Vovchansk, localizada na região norte de Kharki. 

Cerca de 40 civis, em sua maioria pessoas idosas, foram capturadas e mantidas em um porão, próximo ao “quartel-general de comando”, com a finalidade de serem usadas como “escudos humanos.” 

Também contou que os civis foram interrogados por funcionários do FSB, a agência de segurança doméstica da Rússia, e que um dos moradores idosos de Vovchansk foi morto pelos soldados após se recuar a obedecer às ordens e tentar fugir a pé. 


Soldado resgatando civil
Soldado resgata civil em Vovchansk ( Foto: reprodução/Stringer/Reuters)

No dia seguinte, Ihor Klymenko, o ministro do Interior da Ucrânia, revelou o ocorrido através do seu canal do Telegram: 

“Sabemos dos primeiros casos de execuções de civis pelos militares russos”, disse Klymenko no post da plataforma, acrescentando: “Em particular, um dos moradores de Vovchansk tentou escapar a pé, se recusou a obedecer aos comandos dos invasores – os russos o mataram.” 

Problemas no armamento

O recente ataque acontece em um mês difícil para o país, o tempo seco foi agravado a falta de soldados, escassez nas forças militares e defesas aeras inadequadas, facilitando ataques da artilharia e das unidades mecanizadas russas. 

Vadym Skibitsky, O vice-chefe da Inteligência de Defesa da Ucrânia revelou ao jornal Economist na última semana: “Nosso problema é muito simples: não temos armas. Eles sempre souberam que abril e maio seria um momento difícil para nós.” 


Vadym Skibitskyi
Vadym Skibitskyi em entrevista (Foto: reprodução/Turkiye Newspaper)

Devido aos problemas militares na Ucrânia, os Estados Unidos anunciaram o auxílio de 400 de dólares para armas de defesa aérea e outras armarias.   

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Empreender na Prática

Não há contradição entre frescor, relaxamento e bem-estar. Na rotina de self-care, os body splashes se tornaram protagonistas quando assunto é refrescar o corpo...

Saúde e Bem Estar

A Massagem Nuru é uma prática terapêutica que tem origem no Japão e se tornou cada vez mais popular em diversos países, incluindo o...

Celebridades

O cantor foi fotografado ao lado da esposa Bianca Censori. Ele estava mascarado e ela nua, sob uma capa de chuva transparente.

Magazine

Quem conhece Nicole Bahls, sabe que ela é babado, confusão e alegria, por onde passa deixa seu rastro de carisma e felicidade. Nicole é...