Saúde e Bem Estar

99% da população global respira ar poluído

15 Abr 2022 - 12h23 | Atulizado em 15 Abr 2022 - 12h23
99% da população global respira ar poluído

Quase todas as pessoas que habitam o planeta Terra respiram ar poluído, repleto de partículas toxicas que fazem mal a saúde, foi o que concluiu um relatório divulgado pela a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Segundo a agência da ONU, 99% das pessoas que vivem em 117 países, divididos em mais de 6 mil cidades que possuem monitoramento da qualidade do ar estão aspirando particulas de ar contaminidas com partículas finas e dióxido de nitrogênio (NO2) com nível acima do recomendável pela organização. Vale ressaltar, que são os países de média e baixa renda os que mais sofrem com a exposição dos agentes poluentes.

Através da pesquisa, a agência voltou a destacar a importância da redução do uso de combustíveis fósseis para diminuir os níveis de poluíção atmosférica.


     Chaminés industriais emitindo poluentes Reprodução/Cenedcursos


Nesta nova medição, a organização introduziu uma novidade, pela primeira vez houve medições terrestres das concentrações de poluentes medidas anualmente de NO2, que é um precursor do material particulado e de ozônio. Foi também através do estudo divulgados dados que comrovam que medem as particulas finas, e como elas são capazes de adentrar ao pulmão através da respiração. A inalação destes componentes podem causar diversos probremas a saúde afetando diretamente os sistemas repiratório, cardiovascular além de outros órgãos.

Em comunicado, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhamon Ghebreyesus, afirmou que é "importante acelerar a transição para sistemas de energia mais limpos e saudáveis" e destacou ainda que a crises dos energéticos é um fator que poderia servir para a aceleração da substituição da matrix atual, pela elétrica "ressaltam a necessidade premente de avançar mais rapidamente em direção a um mundo muito menos dependente de combustíveis fósseis".

O NO2 se associa a diversas doenças respiratórias, entre elas, a asma, e ainda provoca sintomas como tosse, sibio (chiado no peito) e dispneia (falta de ar), além de provocar a morte prematura de milhares de pessoas todos os anos.

 

Foto destaque: Chaminés industruais emitindo fumaça Reprodução/Aquafluxos.com