Cinema/TV

A Netflix aumenta seus preços em até 22%

23 Jul 2021 - 12h00 | Atulizado em 23 Jul 2021 - 12h00
A Netflix aumenta seus preços em até 22%

Os preços das assinaturas mensais da Netflix aumentaram desde a última quinta-feira (22) no Brasil. Plano Premium, o mais caro, teve uma elevação que chega a quase 22% em seu valor.

Confira como fica: 

Plano básico (1 tela): R$ 21,90, agora por R$25,90;

Plano padrão (2 telas simultâneas, vídeo em Full HD): R$ 32,90, agora por R$ 39,90;

Plano premium (4 telas simultâneas, vídeo em 4K, HDR, Dolby Atmos): R$ 45,90, agora por R$55,90.

 

De acordo com a empresa, em uma nota divulgada, o aumento ocorre para que possam continuar oferecendo uma boa qualidade no serviço.

“Acreditamos que as pessoas tenham mais escolhas do que nunca e estamos comprometidos com a entrega de uma experiência ainda melhor para nossos assinantes. Com isso, continuaremos oferecendo os melhores conteúdos, entre filmes e séries, além de uma vasta variedade de gêneros”, e reforça que oferece três opções de planos para que os assinantes possam escolher de acordo com sua necessidade."                                


Foto: Observatório Cinema


A Netflix, tem sido o streaming mais utilizado ao redor do mundo nos últimos anos e praticamente reinado sozinha, com seus conteúdos originais e grande gama de exclusividades com outras empresas, como a CW que produz séries como The Flash, Supergirl, Riverdale e entre outras.

 

https://lorena.r7.com/post/Robert-Downey-Jr-esta-em-nova-serie-da-HBO-dirigida-por-Park-Chan-Wook

https://lorena.r7.com/post/Primeiras-imagens-de-Phoebe-Waller-Bridge-em-Indiana-Jones-5

https://lorena.r7.com/post/Emmy-Awards-2021-Conheca-os-indicados-as-principais-categorias

 

Tendo em vista, existem uma vasta quantidade de streamings e com um valor mais acessível, como a HBO Max que está com uma promoção, até o dia 31 de 50% do valor enquanto a pessoa se mantém assinante, ou Prime Video e Apple TV que custam apenas R$ 9,90 por mês. A Netflix então passa a ser o serviço mais caro do mercado.

Quem já possui uma assinatura, receberá um comunicado em até 30 dias, para que possa decidir se irá manter seu plano, trocar ou cancelar. O último aumento aconteceu em 2019.

(Foto destaque: Arte Factos)