Celebridades

Adriane Galisteu abre álbum de fotos e relembra dia que conheceu Ayrton Senna

24 Mar 2022 - 10h54 | Atulizado em 24 Mar 2022 - 10h54
Adriane Galisteu abre álbum de fotos e relembra dia que conheceu Ayrton Senna

A apresentadora Adriane Galisteu, 48, compartilhou nesta quarta-feira (23), seu álbum com fotos marcantes de sua vida pessoal e profissional, o momento foi compartilhado com os fãs em seu canal no Youtube. Adriane também aproveitou para mostrar fotos do dia que conheceu Ayrton Senna, e também registros do velório do piloto.

A apresentadora dos reality shows “Power Couple” e “A Fazenda”, na Record, relembrou o dia em que conheceu o piloto de Fórmula 1, Ayrton Senna, que viria a se tornar seu namorado. “Esta foto foi no dia em que conheci o Ayrton. Foi exatamente nesse dia. Eu estava carregando guarda-chuva. Essa foto é emblemática, bem emblemática”, disse ela.


Foto do dia que Galisteu conheceu Senna (Foto: Reprodução/Instagram)


Galisteu também compartilhou cliques ao lado de Ana Maria Braga, Hebe Camargo, Luciano Huck, Chico Anysio e Gugu. Tal qual dividiu com seus espectadores um registro de sua presença no velório de Ayrton, ela aparece ao lado do francês Alain Prost, ex-piloto de Fórmula 1 e principal rival de Senna, à época.

Eu era uma menina. Quando eu conheci o Ayrton eu tinha 19 anos. Aqui eu tava com 20 para 21. Namorei ele um ano e meio, mas já estava quase fazendo 20. O Prost, todo mundo que acompanha Fórmula 1 sabe, era um arquirrival do Ayrton nas pistas. Eles tinham umas rixas daquelas. Eles brigavam, ultrapassavam um o outro, sempre meio que brigavam, mas não de porrada, mas tinha uma coisa de "você é meu rival". Nas pistas e fora das pistas também. Lembro de uma vez eu estava entrando com ele num restaurante, o Prost estava, ele deu meia-volta e saiu. Sem queimar a cara”, contou.


Adriane Galisteu e Ayrton Senna (Foto: Reprodução/Instagram)


Adriane ainda contou mais detalhes sobre a relação dos dois pilotos: “Eles não conviviam muito, mas Prost foi um dos que carregou o caixão dele. Ele estava transtornado. Foi no dia do velório do Ayrton que eu pude conhecer o Prost um pouquinho mais, pude perceber a mesma genialidade. Ele tinha um lado humano que nos últimos meses antes de acontecer esse acidente, ele se aproximou do Ayrton. Isso é uma coisa que poucas pessoas sabem. Eles começaram a se falar por telefone porque o Prost corria na Williams. E Ayrton entrou no lugar do Prost. Então, eles acabaram de alguma forma se falando. Não que viraram amigos, mas fizeram coisas que não tinham feito a vida inteira. Nos últimos dois, três meses (antes da morte de Ayrton) eles acabaram se aproximando muito. Quem diria, né? Ele pegou uma avião, veio e carregou o caixão do Ayrton. É uma foto muito emblemática”, concluiu ela.

Adriane e Senna namoraram entre 1993 até a trágica morte do piloto em 1994.

 

Foto destaque: Adriane Galisteu. Reprodução/Instagram

Mais Lidas