Celebridades

Alec Baldwin afirma que não puxou gatilho de arma que matou diretora

01 Dez 2021 - 20h15 | Atulizado em 01 Dez 2021 - 20h15
Alec Baldwin afirma que não puxou gatilho de arma que matou diretora

Alec Baldwin, ator, que recentemente envolveu em uma tragédia no set de gravação, afirmou que não puxou o gatilho que matou a diretora Halyna Hutchins." Bem, o gatilho não foi puxado. Eu não puxei o gatilho. Eu nunca apontaria a arma para alguém e puxaria o gatilho para ela. Nunca" e completou "Alguém colocou uma bala de verdade na arma. Uma bala que nem era para estar no local".

A tragédia ocorreu no dia 21 de outubro, quando a diretora Halyna morreu após ser baleada por Alec Baldwin, que ensaiava uma cena em que atirava em direção à câmera.



Baldwin também afirma que esta foi a pior coisa que já aconteceu com ele, recentemente ele pediu para os jornalistas darem um espaço para ele e sua família, pois estava sufocado com a situação e disse que amparou de todas as formas os familiares e o marido de Halyna. Ele sempre em suas declarações, demonstrou muito carinho a diretora.

Baldwin declarou em seu twitter que está colaborando com as investigações e que a morte foi um acidente trágico. "Não há palavras para expressar meu choque e tristeza em relação ao trágico acidente que tirou a vida de Halyna Hutchins, esposa, mãe e nossa colega profundamente admirada. Estou em contato com o marido dela, oferecendo meu apoio a ele e sua família. Meu coração está partido por seu marido, seu filho e por todos que conheciam e amavam Halyna", disse o ator.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Paolla-Oliveira-encanta-fas-com-seu-look-em-ensaio-da-Grande-Rio

https://inmagazine.ig.com.br/post/Thaynara-fala-sobre-cobranca-para-reatar-com-Gustavo-Mioto 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Sandra-Bullock-fala-sobre-como-queria-que-os-filhos-tivessem-o-mesmo-tom-de-pele-que-ela 


Segundo a polícia, ainda não se sabe se o disparo foi durante o ensaio ou gravação de uma cena. "Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado. Esta investigação permanece aberta e ativa", declarou o porta-voz do xerife, Juan Rios. Ele disse ainda que “nenhuma acusação foi apresentada em relação a este incidente” e que “as testemunhas continuam a ser ouvidas".

Foto destaque: Reprodução/Instagram