Celebridades

Alok fala sobre volta ao trabalho e paternidade

13 Nov 2021 - 13h17 | Atulizado em 13 Nov 2021 - 13h17
Alok fala sobre volta ao trabalho e paternidade

Alok está gostando de ver que a música eletrônica está quebrando barreiras de idade e preconceitos. O DJ celebra a atual fase do gênero musical. “Antes, a música eletrônica não era tão habitual no Brasil e as pessoas não entendiam muito bem. Tinha também a questão da discriminação muito grande, porque a relacionavam com as drogas. Mas esse preconceito hoje já é muito menor. Não é porque uma festa tem, que as outras vão ter também.", começou o DJ. 

 

"Tirou um pouco desse preconceito. As pessoas foram tocadas pela música eletrônica. Quando eu toco, não faço música segmentada para um nicho eletrônico, ela acaba tendo uma abrangência maior.(...) Eu toquei em Las Vegas e Portugal antes de tocar na edição brasileira do festival. A gente tem visto essa mudança. (...)Tem muita gente que vai ao festival para curtir exclusivamente a música eletrônica”, comentou Alok.

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Paris-Hilton-e-Carter-Reum-se-casam-em-cerimonia-luxuosa

https://inmagazine.ig.com.br/post/Bianca-Dominguez-refaz-depoimento-sobre-morte-de-Mc-Kevin

https://inmagazine.ig.com.br/post/Solteirice-faz-Carla-Diaz-seguir-seus-objetivos

 

Após quase dois anos de pandemia (iniciada o período de quarentena em 2020), Alok retoma sua agenda de shows como um novo homem. O DJ conta que hoje as prioridades na vida dele são seus filhos, Ravi, de 1 ano e 10 meses, e Raika, de 11 meses.

 

“Com certeza é diferente, não só no estilo de vida. Eles são a minha prioridade. Quero acabar o show e ir direto para casa, ir mais tarde para o show para aproveitar uns minutos a mais com eles... Me preocupo em ter uma presença com mais qualidade dentro de casa e não só chegar em casa cansado para relaxar. Vou fazer muito menos shows que fazia antes. Agora mudei de empresário e consigo ter mais controle da minha carreira e conduzir da forma que eu acho melhor, não só para a carreira, como para a minha vida pessoal. As duas coisas têm que estar sempre conectadas”, explica Alok, marido de Romana Novais. 

 


Alok, Romana, Ravi e Raika. (Foto: Reprodução/Estrelando)


Com a morte da “Rainha da Sofrência”, Marília Mendonça, Alok começou a pensar mais nessa sua vida de viagens. Ele conta que ainda está abalado com a perda da colega e postergou o início do ritmo "mais normal" de shows para dezembro por causa disso.

 

 

 

 

Foto destaque: Alok e família. Reprodução/Instagram