Esportes

Amanda Nunes tenta recuperar cinturão no UFC 277

28 Jul 2022 - 16h30 | Atulizado em 28 Jul 2022 - 16h30
Amanda Nunes tenta recuperar cinturão no UFC 277

Amanda Nunes, de 34 anos, está de volta ao UFC para disputar novamente o cinturão. Desta vez, a brasileira será a desafiante de Julianna Peña, atual dona do cinturão do peso-pena (até 61,2kg) do UFC. Amanda perdeu a luta no segundo round, após Peña encaixar um mata-leão e a brasileira bater em desistência da luta. Agora, Amanda quer matar a saudade do cinturão que foi seu por tanto tempo. 

"Quero ser campeã de novo, quero tocar no meu cinturão de novo, levar para casa. Essa é a minha motivação para essa luta, quero ser campeã de novo, quero meu nome lá no topo de novo. É isso que me move" disse Amanda.



Amanda Nunes e Julianna Peña se enfrentaram em 11 de dezembro de 2021. Foto: Reprodução


Após cinco anos defendendo o cinturão, Amanda Nunes sabe todos os caminhos sobre como tê-lo de volta. Hoje, a brasileira aposta na confiança de Peña para voltar a vencer.

"Acho que o desafio é que ela está confiante pra caramba! E isso é o que me faz perigosa, é a confiança da minha oponente. Quando ela se expõe bastante é onde consigo encontrar as brechas para nocautear, finalizar, para crescer na luta. Ela vem realmente com muito gás, é uma atleta dura, e está com meu cinturão, ela ganhou para mim, é indiscutível. Mas ela sabe que realmente eu não estava 100% naquela luta, sabe que eu não tinha feito um bom camp, sabe que eu estava com lesões. Ela sabe que eu seria uma presa mais fácil e aí aconteceu. Perdi meu cinturão e agora estamos aqui para resgatar e continuar fazendo história, continuar levando meu legado à frente, continuar colocando o nome do Brasil lá no topo também. Sinto saudade do cinturão, quero ele de volta." explicou Amanda.

Quando ganhou o cinturão, Julianna Peña era considerada o azarão da luta, tido por muitos como uma lutadora com poucas chances de vencer Amanda Nunes. Hoje, mesmo com o cinturão, a americana chega novamente como azarão. Amanda explicou um pouco como a adversária chega para a revanche. 

"Julianna tem um estilo diferente, meio maluca, vai para cima mesmo, consegue absorver bastante os golpes. Tenho que ser precisa, não posso ir para a loteria com ela, até porque sou mais rápida, tenho mais punch, meu chão é melhor que o dela, meu wrestling é melhor que o dela. Preciso ser inteligente também (...). Só preciso estar bem como estou hoje. Vou ser precisa. Se tiver que ir para cinco rounds, vou, porque já estive lá várias vezes na minha carreira. Só preciso realmente ter tranquilidade em alguns momentos e fazer as escolhas certa, e tudo vai ser diferente.", afirmou a brasileira.

Foto Destaque: Amanda Nunes exibe cinturões. Reprodução/UFC