Notícias

Apesar de toda ameaça com a nova variante Ômicron rondando o planeta, Fiji manterá a reabertura de sua fronteira

30 Nov 2021 - 17h01 | Atulizado em 30 Nov 2021 - 17h01
Apesar de toda ameaça com a nova variante Ômicron rondando o planeta, Fiji manterá a reabertura de sua fronteira

Fiji manterá o dia de reabertura de sua fronteira para quarta-feira (01) como havia sido planejado, mesmo com tudo que vem ocorrendo em diversas partes do mundo, incluindo a nova variante Ômicron, o líder do Pacífico afirmou ao parlamento.

Fiji já tinha apontado o dia 1 de dezembro como o dia em que iria receber os turistas para acelerar a economia que depende muito dos turistas, economia que vem sendo devastada desde que a pandemia forçou o fechamento das fronteiras em março de 2020.

O primeiro-ministro Frank Bainimarama disse que a emergência ligada ao Ômicron não iria arruinar os planos, e que ele pessoalmente iria dar as boas-vindas para o primeiro voo da Fiji Airways no aeroporto de Nadi que vem da Australia na quarta-feira pela manhã.


Frank Bainimarama primeiro - Ministro das Fiji (Foto: reprodução/ Flickr)


Ainda estamos nos recuperando de uma pandemia horrível que sofremos, e estamos apenas começando a recuperação de uma devastação econômica,” ele contou ao parlamento na segunda-feira (29).

Os negócios estão se reerguendo... e as pessoas de toda parte estão retomando suas vidas normais.”



Agora com a nova variante do vírus que continua assombrando a humanidade, o Ômicron vem alterando alguns mercados globais e encorajando os países a restringirem o controle nas fronteiras, como por exemplo, Japão e Israel que planejam banir todos os novos viajantes estrangeiros.

Fiji já intensificou as restrições nas chegadas que tem como origem da África do Sul, mas não fez nenhuma alteração nas regras para viajantes dos países parceiros que ainda podem desfrutar de um dos mais belos paraísos no Pacífico. Países esses que incluem: Japão, Nova Zelândia, França, Estados Unidos e até mesmo países que o vírus Ômicron já teve sua aparição, como: Canada, Australia e Reino Unido.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Reino-Unido-confirma-casos-da-variante-Omicron 

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Reino-Unido-convoca-reuniao-de-emergencia-do-G7-sobre-omicron 

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Australia-volta-atras-com-a-reabertura-das-fronteiras-apos-Japao-fechar-para-estrangeiros 


Fiji tendo 90% da taxa de vacinação entre adultos faz com que Bainimarama fique confiante de que conterá qualquer novo tipo de epidemia, além de manter protocolos de saúde seguidos rigorosamente.

Todos precisamos nos manter sérios e atentos,” ele disse “Ômicron será inevitável.”

Visitantes estrangeiros precisam estar com sua vacinação completa e testarem negativos para Covid-19 antes da viagem.

Uma vez em Fiji, turistas precisam ficar em áreas determinadas, onde todos os contatos, desde a equipe que os receberão até guias de turismos, estejam todos devidamente vacinados.

Fiji conseguiu manter a Covid-19 afastada por 12 meses antes da segunda onda devastadora da variante Delta que causou 700 mortes em sua população de 1 milhão.

O departamento de saúde afirma que há pouco a se fazer para manter Ômicron afastada, já que estudos iniciais apontam como essa nova variante se espalha facilmente.

O público é informado de que se o vírus é mais transmissível que a variante Delta, sendo assim, será inevitável que ela chegue em Fiji,” afirma o departamento.

Dar vida ao turismo novamente, que o governo estima ser 40% da economia de Fiji, é visto como crucial para conter a crescente pobreza na ilha.

Bainimarama disse que a pandemia criou “A mais forte curva econômica que já encaramos” e que Fiji precisa atrair muitos mais estrangeiros possíveis para turismo.

Precisamos ser um destino de custo competitivo,” ele afirma.

Nos próximos meses que virão, nós vamos competir fortemente pelo mercado global e regional, e não podemos contar com a sorte. Precisamos lutar por cada dólar dos turistas. Sei que teremos sucesso.

Foto destaque: Ilhas Fiji. Reprodução/CNN travel

 

Mais Lidas