Saúde e Bem Estar

Após cirurgia feita em Goiânia, siamesa separada faz passeio fora da UTI pela primeira vez

02 Fev 2023 - 20h57 | Atulizado em 02 Fev 2023 - 20h57
Após cirurgia feita em Goiânia, siamesa separada faz passeio fora da UTI pela primeira vez

Heloá, Siamesa que foi separada por cirurgia da irmã Valentina, passeou nesta quinta-feira (02) fora da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em que está internada em Goiânia, pela primeira vez. O momento de felicidade foi divulgado pelo cirurgião pediatra Zacharias Calil nas redes sociais, em comemoração à evolução da menina. No dia 11 de janeiro elas foram submetidas a um procedimento de separação de corpos.

“Ela saiu para tomar um banho de sol e voltou para a UTI. A expectativa é que ela faça um passeio assim todos os dias, o psicológico melhora bastante”, explicou o médico das gêmeas. 

As irmãs ainda permanecem internadas na UTI do Hospital Estadual da Criança e do Adolescente (Hecad). De acordo com o médico, Heloá passeou pelo jardim após um pedido da equipe e dos médicos da unidade hospitalar, visando com isso melhorar cada vez mais seu quadro neurológico e psicológico.

Também nas redes sociais, Valdirene Prado, mãe das meninas, vibrou com o passeio da filha, se mostrando esperançosa com a recuperação de Valentina. “Minhas riquezas estão melhor do que todos pensam. Obrigada Deus, confio em ti e creio em ti, logo será a Valentina”, escreveu ela.



Heloá e Valentina depois da cirurgia de separação de corpos (Foto: Reprodução/g1)


A cirurgia de separação

As gêmeas Valentina e Heloá Prado passaram no dia 11 de janeiro pela cirurgia que contou com o cirurgião pediátrico Zacharias Calil para o procedimento, junto com uma equipe de 50 profissionais. As duas se encontravam unidas por parte do tórax, abdômen, bacia, fígado, genitálias, intestinos delgado e grosso.

“Tivemos que dividir o fígado, o intestino delgado e o intestino grosso. Tivemos que modificar o sistema urinário delas porque elas apresentavam alterações que não tinham sido diagnosticadas. No mais, separamos o osso, a bacia”, explicou o profissional na época em que a operação foi realizada.

As duas meninas são naturais de Guararema, uma cidade do interior de São Paulo, mas estão fazendo tratamento em Goiânia há cerca de dois anos. Quando o acompanhamento médico teve início, os pais tomaram a decisão de se mudar para Morrinhos, interior de Goiás.


Foto destaque: Heloá Prado passeou fora da UTI pela primeira vez após cirurgia. (Foto/Reprodução: Twitter do G1Goias)

Mais Lidas