Cinema/TV

Após restauração, “Deus e o Diabo na Terra do Sol” será exibido no Festival de Cannes

03 Mai 2022 - 11h15 | Atulizado em 03 Mai 2022 - 11h15
Após restauração, “Deus e o Diabo na Terra do Sol” será exibido no Festival de Cannes

O filme “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, um clássico do cinema brasileiro, será exibido na 75ª edição do Festival de Cannes. Originalmente exibido em 1964 no mesmo festival francês, o filme de Glauber ganhou uma versão 4k especialmente para o festival. O ajuste foi um projeto do produtor Lino Meireles, que em 2019 se uniu à diretora Paloma Rocha, filha de Glauber Rocha, para restaurar o filme. “É um ciclo completo para a nossa restauração, onde o filme será reexibido pela primeira vez no mesmo local em que estreou. Que seja um novo chamado de resistência cultural”, diz Lino. Já Paloma, explica que o processo não foi fácil. “Em um país com a cultura tão depreciada, com a produção artística sofrendo ataques, fizemos um esforço de contracorrente. Isso só é possível porque o filme tem a força própria dele”.


Cartaz original do filme Deus e o Diabo na terra do Sol, de 1964 (Divulgação)


O projeto foi finalizado em 2022, e a restauração foi realizada na Cinecolor, empresa parceira da Cinemateca Brasileira, onde estava armazenada a cópia em película – cinco latas de negativos 35mm em perfeitas condições. Apesar disso, infelizmente parte da obra de Glauber Rocha foi perdida no incêndio que atingiu um dos galpões da Cinemateca, em São Paulo, em julho de 2021. Mais de 40 anos depois da morte do diretor, a obra indicada à Palma de Ouro nos anos 1960, foi escolhida como uma das atrações da seção Cannes Classics, dedicada a filmes clássicos e à preservação do patrimônio cinematográfico mundial.


Trailer original do filme de 1964 (Reprodução/Youtube)


“Deus e o Diabo na Terra do Sol” acompanha o vaqueiro Manuel (Geraldo del Rey) e sua esposa Rosa (Yoná Magalhães), que fogem para o sertão depois que ele mata um coronel. No descampado brasileiro, violento e assolado pela seca, eles encontram figuras icônicas: Sebastião, que se diz divino e Corisco, que se descreve como demoníaco. Amarrar seus destinos com essas figuras é uma decisão trágica, porém inevitável, já que o mercenário Antonio das Mortes está lhe perseguindo.

A 75ª edição do Festival de Cannes acontece entre os dias 17 e 28 de maio de 2022 e a seleção contará com filmes aguardadíssimos como Top Gun: Maverick Elvis, de Baz Luhrmann.

Foto destaque: Personagem Corisco, vivido por Othon Bastos. Divulgação