Notícias

Após sobrevoar para analisar a catástrofe ocorrida, Bolsonaro anuncia medidas de socorro

13 Dez 2021 - 16h15 | Atulizado em 13 Dez 2021 - 16h15
Após sobrevoar para analisar a catástrofe ocorrida, Bolsonaro anuncia medidas de socorro

Brasília — Questionado sobre as fortes chuvas que atingiram o sul da Bahia nos últimos dias e fizeram com que moradores perdessem seus bens, o presidente Jair Bolsonaro comparou a situação atual com o distanciamento social implementado pelo governo estadual para reduzir a disseminação da Covid-19. 

Bolsonaro, acompanhado por quatro ministros, sobrevoou as áreas afetadas pelas enchentes na manhã de domingo e disse estar lá para oferecer solidariedade e ajudar o governo local. Questionado em entrevista coletiva sobre as ações do governo federal contra as vítimas, Bolsonaro revisou as restrições ao aumento dos casos de coronavírus. 


Área da enchente (Foto:Reprodução/opovo)


"No ano passado também tivemos muitos desastres, muitos governadores e baianos fecharam todo o comércio e obrigaram as pessoas a ficarem em casa. A maioria das pessoas informais está destinada a morrer de fome em casa. O governo federal fornece assistência emergencial a todos", disse Bolsonaro.

Segundo o ministério, 2,1 milhões de reais serão distribuídos para Eunápolis, 1,8 milhões de reais para Itamaraju, 543 mil reais para Jucuruçu, 433 mil reais para Ibicuí e 260 mil reais para Ruy Barbosa E distribuídos 503 mil reais e 51.400 reais de Maragogipe para Itaberaba. A Caixa informou ainda neste domingo que apoiará a prefeitura no encaminhamento e divulgação dos documentos do FGTS Calamidade Saque Rogério Marinho, do Ministério do Desenvolvimento Regional, destacou que a visita à Bahia não teve caráter político. 

https://inmagazine.ig.com.br/post/BahiaGoverno-Federal-reconhece-situacao-de-emergencia-do-estado-apos-fortes-chuvas

https://inmagazine.ig.com.br/post/Felipe-Neto-anuncia-doacao-de-R-100-mil-para-cidades-prejudicadas-pelo-chuva-na-Bahia

https://inmagazine.ig.com.br/post/Mulher-que-possuia-certificado-de-vacinacao-falso-morre-de-covid-19-na-Franca


"Só agora em Itamaraju, o prefeito ouviu falar das dificuldades de cooperação dos órgãos estaduais nas operações humanitárias, e as ações que estamos fazendo não dependem de quem. Não são disputas partidárias, ideologia ou qualquer coisa que se encaixe agora. É uma coalizão de forças, porque quem precisa de apoio quer uma ação nacional e não, quer saber de onde vem essa ação". Relatou o ministro João Roma.

 

 

Foto destaque: Bolsonaro sobrevoa área da enchente. Reprodução/agenciabrasil