Notícias

Aquecimento Global: animação da Nasa mostra aumento da temperatura nos últimos séculos

26 Mar 2022 - 14h00 | Atulizado em 26 Mar 2022 - 14h00
Aquecimento Global: animação da Nasa mostra aumento da temperatura nos últimos séculos

A Nasa divulgou, nessa semana, uma animação que mostra em imagens, as consequências da crise climática que estamos enfrentando: o nosso planeta está ficando cada vez mais quente, e se não tomarmos uma atitude drástica, a situação será irreversível.

A animação foi inspirada na espiral climática produzida pelo cientista climático Ed Hawkins, da Universidade de Reading, conhecido por elaborar gráficos que ilustram o cenário alarmante. Ela mostra as anomalias mensais da temperatura global entre os anos 1880 e 2021, em uma visualização de linhas circulares ao redor de três círculos que indicam o aumento ou a diminuição de 1ºC. A visualização é baseada no índice GISS Surface Temperature Analysis (GISTEMP v4), que compila dados de temperatura da superfície global. Ela foi usada durante a cerimônia de abertura das Olimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016.

"A ciência indica que o limite mais seguro para o aquecimento global, dentro daquilo que ainda é possível fazer para limitá-lo, é de 1.5ºC até o final deste século. Já passamos de 1ºC e as consequências são eventos climáticos extremos mais fortes e mais frequentes, como as chuvas em Petrópolis, que provocaram centenas de mortes, os furacões devastadores na América Central, ou secas dramáticas em países muito pobres do chifre da África, só para citar alguns exemplos", diz Carlos Ritll, ambientalista e especialista em políticas públicas da Rainforest Foundation da Noruega.

Ritll acredita que a espiral ajuda a mostrar que, o planeta está muito próximo de ultrapassar um limite que deveria ser atingido só daqui a quase 80 anos, e, que é preciso ter urgência para reverter esse quadro.

Conforme os meses passam no calendário circular, uma linha giratória de dados de temperatura global da superfície é acrescentada. Nos primeiros anos, a espiral avança de maneira tímida, mas em meados do século XIX ela parece um tornado. 


Espiral com dados de temperatura global (Imagem: Reprodução/NASA SVS)


Já na virada do século, a espiral avança a uma velocidade assustadora, especialmente entre os anos 2016 e 2021, onde a linha ultrapassa diversas vezes a fronteira amarela que indica um grau de aquecimento da temperatura média global.

 

Foto Destaque: Frame da animação para o ano de 2021. (Foto: NASA's Scientific Visualization Studio)