Esportes

Argentina bate a Venezuela em show na Bombonera

26 Mar 2022 - 11h40 | Atulizado em 26 Mar 2022 - 11h40
Argentina bate a Venezuela em show na Bombonera

A Argentina deu adeus à sua torcida na noite desta sexta-feira (25), depois de uma vitória sossegada contra a Venezuela, por 3x0 em La Bombonera, pela 17ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo 2022. Com desempenho cativante, Messi e companhia prometem grande campanha em novembro, no Catar.

Nico González abriu o placar ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Di María marca um belo gol ao se livrar de quatro jogadores e driblar o goleiro, e Messi, crava ao fim do jogo, para encerrar a festa.

Com essa vitória, a seleção dos Hermanos chega a sua 30ª partida consecutiva sem perder. O marco do grupo comandado por Lionel Scaloni se aproxima do recorde histórico da equipe: 32 jogos de invencibilidade, que ocorreu durante 1991 e 1993, era chefiada por Alfio Basile, e não contava com Maradona – que enfrentou problemas na época - por grande parte da campanha.


Público argentino em La Bombonera. (Reprodução/Divulgação: Conmebol)


O questionamento sobre a aposentadoria de Messi da seleção flutua a mente dos amantes do futebol pelo mundo inteiro. O craque, que já está na casa dos 34 anos, pode disputar no Catar sua última Copa do Mundo. Para uma última apresentação em frente a seus compatriotas, Messi foi maestro e a performance da Argentina mostrou que a competitividade segue firme nas veias.

A Argentina ainda joga mais uma partida nesta terça-feira (29), às 20h30 (horário de Brasília) contra o Equador, no Monumental, em Guayaquil. É a última rodada das Eliminatórias, mas os Hermanos ainda têm mais um jogo pela frente, contra o Brasil. O encontro será válido pela 7ª rodada do torneio, que foi adiado em setembro do ano passado após suspensão e intervenção de agentes da ANVISA, onde alguns jogadores argentinos precisaram ser retirados de campo por causa das políticas de segurança contra a COVID-19. O próximo duelo ainda não tem data marcada, mas a CBF prevê que seja em junho e aconteça na Austrália.

Foto destaque: Messi pela Argentina. Reprodução/Foto: EFE.