Esportes

Arsenal derrota United em volta de CR7 e entra na zona de classificação para Champions

23 Abr 2022 - 19h37 | Atulizado em 23 Abr 2022 - 19h37
Arsenal derrota United em volta de CR7 e entra na zona de classificação para Champions

Em mais um sábado (23) de Premier League o Arsenal recebeu o Manchester United e venceu seu rival por 3 a 1. Mesmo com a volta de Cristiano Ronaldo ao time de Manchester, os londrinos não tiveram dificuldades para sair com a vitória e chegaram aos 60 pontos no campeonato e assumiram a quarta colocação, entrando na tão sonhada zona de classificação para a próxima liga dos campeões. 

Depois de tanto tempo sem aparecer na principal competição da Europa, Arteta e seus comandados estão bem próximos de garantir sua vaga para a Liga dos Campeões, depois de vencer dois clássicos em sequência e de forma convincente (Chelsea e Manchester unt) os gunners agora tem apenas mais cinco jogos pela frente e dois pontos de vantagem para o 5º colocado Tottenham, que ainda se enfrentam na 36ª rodada no dia 12 de maio, podendo assim decidir o dono da vaga para a Champions. 

A partida:  

Os donos da casa começaram a partida a todo vapor, e antes mesmo que o United se postasse em campo, aos três minutos, Nuno Tavares abria o placar para o Arsenal. Logo após o gol sofrido, o Manchester teve duas oportunidades para igualar o marcador. Primeiro com Elanga que bateu em cima do goleiro após lançamento de CR7 e com Bruno Fernandes, que roubou a bola na frente da área e frente a frente com o goleiro acabou batendo pra fora. Depois dos sustos, o Arsenal voltou a pressionar, e aos 31 minutos depois que Alex Telles cometeu pênalti em Saka, o atacante dos gunneres cobrou e ampliou o placar, mas a vantagem durou apenas 1 minutos, pois aos 33 Cristiano Ronaldo diminuiu para o United. 


Cristiano Ronaldo marcou mas não livrou United da derrota (foto: Reprodução /Reuters)


Na segunda etapa, o Arsenal acabou recuando e foi pressionado na maior parte do tempo pelo Manchester que teve a chance do empate logo aos 10 minutos da segunda etapa, depois de Nuno Tavares colocar a mão na bola, mas Bruno Fernandes tirou demais do goleiro e jogou na trave. Os visitantes ainda tiveram mais duas boas chances de gol. Primeiro com Ronaldo, que chegou a marcar, mas estava adiantado e com Dallot que acabou parando em Ramsdale. E aos 25 da etapa final, Xhaka acertou belíssimo chute de fora da área para sacramentar a vitória dos londrinos.

 

Foto destaque: Reuters/ David Klein