Celebridades

Atriz Zara Phythian, de "Doutor Estranho", é acusada de abuso sexual

11 Mai 2022 - 16h15 | Atulizado em 11 Mai 2022 - 16h15
Atriz Zara Phythian, de

A atriz Zara Phythian, conhecida por um papel em "Doutor Estranho" onde interpretou Brunette Zealot (Zelote Morena), uma das seguidoras do vilão Kaecilius, foi condenada por abuso sexual de uma menina de 13 anos. 

De acordo com o Daily Star, ela e o marido Victor Marke, diretor de filmes, foram considerados culpados de crimes sexuais que supostamente começaram quando a vítima tinha apenas 13 anos de idade e afirma ter sido ameaçada para não denunciar o caso. Ainda segundo o tabloide britânico, o casal ainda não foi sentenciado, e o juiz Mark Watson decidirá o dia que fará o anúncio.

LEIA MAIS


Zara Phythian se dirigindo ao julgamento (Foto: Reprodução/TOM MADDICK SWNS)


“Eu achava que se falasse alguma coisa, a minha família iria me odiar. Na época, eu odiava a minha mãe. Me vi presa porque tinha esse segredo e não podia contar. Eles viram a minha vulnerabilidade e investiram nisso”, revelou a vítima. 

De acordo com o depoimento da mulher, que não teve a identidade divulgada, ao tribunal de Notthingham Crown, os abusos aconteceram entre 2005 e 2008, época em que ela tinha entre 13 e 15 anos (hoje, a vítima tem 30 anos). Os episódios de abuso foram filmados por Victor e Zara em diversas ocasiões. O casal foi acusado de mais de 14 crimes relacionados aos supostos abusos cometidos contra a jovem. 


Victor Marke se dirigindo ao julgamento (Foto: Reprodução/TOM MADDICK SWNS)


A moça relata que, em uma das ocasiões, foram oferecidas bebidas alcoólicas e a atriz a desafiou a fazer sexo oral em seu marido. Logo em seguida, Victor teria feito sexo com as duas. O casal nega que as acusações tenham fundamento. Entretanto, Marke também já foi acusado de 4 crimes sexuais contra uma outra mulher, que também era menor de idade na época. 

“Eu sabia que era errado, mas simplesmente não sabia como sair da situação ou dizer qualquer coisa. Lembro-me de tentar copiar a reação de Zara na época porque a admirava e tentava ser como ela em todos os sentidos”, afirmou a vítima.

O julgamento do caso começou em 26 de abril e foi encerrado na terça-feira (10). O júri emitiu a decisão nesta quarta-feira (11) e a sentença deve ser divulgada nos próximos dias.

 

Foto Destaque: Zara Phythian e Victor Marke. Reprodução/TOM MADDICK SWNS.