Celebridades

Autor Gilberto Braga morre aos 75 anos

27 Out 2021 - 14h44 | Atulizado em 27 Out 2021 - 14h44
Autor Gilberto Braga morre aos 75 anos

Morreu no Rio, na noite desta terça-feira (26), o autor Gilberto Braga. Autor de clássicos como 'Dancin' Days', 'Vale Tudo' e 'Celebridade'. Gilberto era considerado um dois maiores (para muitos o maior) nomes da teletramaturgia brasileira. Segundo o sobrinho Bernardo Araújo, o autor sofria da doença de Alzheimer e estava internado desde o dia 22 de outubro no hospital Copa Star, na Zona Sul do Rio, com um quadro de infecção generalizada, após uma perfuração no esôfago.


O autor faria aniversário no próximo dia 1 de Novembro. (Foto:Reprodução/IstoÉ)


Gilberto Braga nasceu no Rio de Janeiro em 1945. Iniciou sua carreira estudando na Pontífice Universidade Católica do Rio de Janeiro, depois foi professor de francês na Aliança Francesa e entrou para o jornal O Globo como crítico de teatro e cinema. Estreou como autor em uma adaptação da obra de Alexandre Dumas "A Dama das Camélias" para um "Caso Especial". Sua primeira novela foi "Corrida do Ouro", em 1974, quando trabalhou ao lado de Lauro César Muniz e Janete Clair na autoria.


O autor em começo de carreira. (Foto:Reprodução/OGlobo)


Seu primeiro sucesso na teledramaturgia foi a adaptação do romance de Bernardo Guimarães para a TV, "Escrava Isaura", de 1976, com a atriz Lucélia Santos, dando vida a personagem que levava o nome da obra. Mais tarde, Gilberto presentearia público com um dos seus maiores clássicos, estreando no horário nobre com a novela "Dancin' Days", com Glória Pires e Sônia Braga como mãe e filha. Outra de sua obras mais aclamadas, "Anos Dourados", de 1986, foi um sucesso em formato de minissérie e trazia o romance de Lurdinha e Marcos, interpretados por Malu Mader e Felipe Camargo respectivamente.

https://inmagazine.com.br/post/Aniversario-de-Paulo-Gustavo-agora-Dia-do-Humor-no-Rio-de-Janeiro 

https://inmagazine.com.br/post/DJ-Ivis-e-solto-depois-de-tres-meses-preso 

https://inmagazine.com.br/post/Wagner-Moura-em-entrevista-para-divulgar-Marighella-diz-esta-no-poder-um-psicopata 

Em 1988, Gilberto escreveu ao lado de Aguinaldo Silva, a obra, que é considerada por muitos a maior obra de teletramaturgia da TV brasileira, "Vale Tudo", que foi um sucesso, repercurtindo muito por conta da morte da vilã Odete Roitman nos capítulos finais e o mistério sobre quem seria seu assassino. Até hoje a novela é lembrada por esse acontecimento que mobilizou o país, além de ter trazido personagens marcantes como Raquel Alccioli, interpretada por Regina Duarte, e Maria de Fátima, interpretada por Glória Pires. As duas como mãe e filha na trama, não se entendiam por serem muito diferentes, enquanto Raquel era íntegra, Maria de Fátima era ambiciosa e tinha horror à pobreza. Além de Marco Aurélio, personagem vivido por Reginaldo Farias, que no final da trama 'dá a volta por cima' e foge do Brasil em um avião, gerando uma das cenas mais marcantes da TV brasileira.


Fábio Assunção e Alessandra Negrini como Daniel e Paula em Paraíso Tropical. (Foto:Reprodução/CorreioBrasiliense)


Gilberto também escreveu sucessos como 'O Dono do Mundo', de 1991, a minissérie 'Anos Rebeldes', de 1992, no qual repetiu a parceria com Malu Mader feita em 'Anos Dourados', a novela 'Pátria Minha', de 1994, 'Força de um Desejo', de 1999, 'Celebridade', de 2003, com Malu Mader novamente como protagonista, e a novela 'Paraíso Tropical', de 2007, que está sendo atualmente reprisada pela primeira vez pelo Canal Viva, e que em 2008 recebeu uma indicação no Emmy Internacional na categoria de melhor novela. As suas últimas obras dentro da emissora foram 'Insensato Coração', de 2011, e 'Babilônia', de 2015, essa última escrita ao lado de Ricardo Linhares, não alcançou bons índices de audiência no horário nobre.


Gilberto Braga ao lado do marido Edgar Moura Brasil. (Foto:Reprodução/Internet)


O autor era casado com o decorador Edgar Moura Brasil, com quem vivia por mais de 50 anos e que em 2014, após 41 anos de relacionamento, oficializaram a relação numa celebração no apartamento onde moravam, no Arpoador, na zona sul do Rio de Janeiro. Os dois assinaram um contrato de união estável.

O corpo do autor será velado no início da tarde desta quarta-feira (27), no Rio, em uma cerimônia restrita à família, com o enterro previsto para às 16h.

 

Foto Destaque: Reprodução/RevistaOeste