Notícias

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta-feira, gerando filas pelo país

17 Nov 2021 - 11h53 | Atulizado em 17 Nov 2021 - 11h53
Auxílio Brasil começa a ser pago nesta quarta-feira, gerando filas pelo país

O projeto Auxílio Brasil, por iniciativa do governo federal, com o objetivo de substituir o Bolsa Família, começa a ser pago nesta quarta-feira (17). O valor médio será de R$ 224,41 por família. 

Segundo o Ministério da Cidadania, neste primeiro mês, serão mais de 14,5 milhões de famílias recebendo o auxílio, faturando um total de mais de R$ 3,25 bilhões.

Em meio a muitas dúvidas que cercam as pessoas em relação ao novo programa social, as agências da Caixa Econômica Federal (CEF), e postos do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) amanheceram com filas rodeando todo o país. 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Confira-o-calendario-para-o-inicio-dos-pagamentos-do-Auxilio-Brasil

https://inmagazine.ig.com.br/post/Auxilio-Brasil-Ainda-ha-duvidas-sobre-seu-real-funcionamento

https://inmagazine.ig.com.br/post/Covid-19-Intervalo-da-dose-de-reforco-sera-reduzido-para-cinco-meses

Direitos de recebimento

O Auxílio Brasil irá se encarregar de ser pago a quem já era beneficiário do Bolsa Família, exceto aqueles que deixaram de seguir as regras do próprio programa, ao longo do mês de outubro.

Nesta quinta, quem irão receber são os beneficiários com o número do NIS terminado em 1. Quem tem NIS com término de digitos diferentes receberá posteriormente.

Quem recebeu o Auxílio Emergencial, mas não recebia o Bolsa Família, não está automaticamente incluído no Auxílio Brasil.

Para quem ainda não recebia o Bolsa Família, mas se inscreveu no Cadastro Único e segue os acordos presentes no programa, poderá ser incluído nos próximos meses, apesar de não haver garantia e prazos. O Ministério da Cidadania firmou o objetivo da adição de mais 2,4 milhões de beneficiários em dezembro.

Quem não está com o nome constado no CadÚnico, precisa se inscrever para ser aceito no programa.

Calendário de pagamentos

O pagamento do Auxílio Brasil, com exemplo ao Bolsa Família, irá seguir o dígito final do NIS dos beneficiários.


Calendário do Auxílio Brasil divide os dias de recebimento para os beneficiários no mês de novembro. (Foto: Economia g1)


Como saber se eu vou receber? E quanto?

A concessão e o valor do benefício poderão ser consultados pelo telefone da Caixa, ligando para 0800 426 02 07, na central de antendimento digitar, respectivamente: opção 3 (Auxílio Brasil e demais programas); opção 4 (para saber se você foi incluído); digitar o número de seu CPF ou NIS.

A consulta também pode ser feita pelo aplicativo do Auxílio Brasil, sendo atualizado para a nova versão, que substituiu a do Bolsa Família.

A instrução que dever ser seguida é: Baixar o aplicativo; clicar em consultar; acessar o aplicativo usando a senha que já era usada no Bolsa Família ou a do Caixa Tem, ou se cadastrar no programa; consultar o benefício.

Até a chegada de um novo cartão, os beneficiários poderão sacar com seu cartão do Bolsa Família, da mesma forma como era feita com o antigo benefício.

Além disso, é proposta uma série de opções de saque: 

- Poupança Social Digital (Caixa Tem)

- Conta corrente de Depósito à vista

- Conta Especial de Depósito à vista

- Conta Contábil (plataforma social do programa)

 

Foto em destaque: Rafael Henrique/ SOPA imagens/ LightRocket via Getty Images