Notícias

B3 inaugura estátua dourada de touro em frente ao seu prédio

17 Nov 2021 - 17h30 | Atulizado em 17 Nov 2021 - 17h30
B3 inaugura estátua dourada de touro em frente ao seu prédio

A entrada da Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, localizada na rua XV de novembro, no centro da capital paulista, recebeu nesta terça-feira(16) um novo elemento que irá destacar ainda mais um dos prédios financeiros mais importantes do país: Um touro dourado, com peso de uma tonelada, com 5 metros de comprimento e 3 de altura, do autor, arquiteto e artista plástico Rafael Brancatelli. 

O financiamento da escultura foi em parceria da B3 com o economista e educador financeiro Pablo Spyer, que idealizou o projeto. Sobre a inspiração ter partido do Charging Bull, o mais conhecido touro de bronze situado na Bolsa de Valores em Nova York, nos Estados Unidos, idealizado pelo escultor italiano Arturo Di Modica em 1989, tanto a B3 quanto Rafael negam tal inspiração.

De acordo com Felipe Paiva, diretor de Relacionamento com Clientes e Pessoa Física da B3, “Temos compromisso com o centro de São Paulo e por isso escolhemos colocar o touro em frente à B3. Ele não é inspirado no touro de Nova York, mas sim na metáfora touro versus urso, tradicional no mercado financeiro. Nós escolhemos a figura porque a associamos à resiliência do investidor e do brasileiro”


Bolsa de Valores de São Paulo, no coração financeiro da capital paulista. (Foto: Reprodução/ pt.dreamstime.com)


Para quem transita no mercado de ações, a figura do touro metaforicamente representa as ações em subida, em referência ao movimento de ataque do animal, de baixo para cima. Em contrapartida, a figura do urso, que ataca de cima para baixo, representa o mercado de ações em baixa.

Para a B3, a escultura representa a marca de mais de 4 milhões de pessoas físicas acionistas que investem no mercado financeiro, sendo um recorde para o país.

A estrutura metálica interna da estátua é feita  com fibra de vidro e pintura anticorrosiva.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Afegao-espera-por-visto-humanitario-para-voltar-ao-Brasil

https://inmagazine.ig.com.br/post/Papa-agradece-a-jornalistas-por-ajudarem-a-esclarecer-abusos-dentro-da-Igreja

https://inmagazine.ig.com.br/post/Covid-19-Alemanha-cogita-retorno-do-home-office-diante-de-novo-aumento-de-casos

 

Rafael Brancatelli, criador da estátua, disse que o projeto nasceu no início da pandemia da Covid-19. De acordo com o artista: “Pensei em algo que pudesse fomentar o turismo na região central, fosse um presente para a cidade e representasse a resiliência do mercado financeiro. Fiz o design em três meses e a construção da obra em seis com a ideia de que o traçado fosse original, que não fosse a cópia de nenhum outro touro. Ele tem um traçado mais brasileiro, com uma corcova, por exemplo”. Esta é a primeira obra exposta sem prazo de retirada de Rafael. 

 

 

 

Foto destaque: Reprodução/exame.com