Saúde e Bem Estar

Benefícios da atividade física durante a pandemia

19 Set 2021 - 17h38 | Atulizado em 19 Set 2021 - 17h38
Benefícios da atividade física durante a pandemia

Desde o começo de 2020, ficar em casa passou a ser o melhor jeito de evitar o contágio do coronavírus. Com isso, aderimos a um estilo de vida mais sedentário e extremamente prejudicial à nossa saúde. O sedentarismo pode gerar ou agravar doenças crônicas como a obesidade. 

Além da vacinação, a prática de atividades físicas é uma ótima aliada quando o assunto é proteção eficaz contra a Covid-19. Estudos comprovam que ao praticarmos atividades físicas o corpo libera substâncias favoráveis ao bem-estar físico e mental. Estimula o melhor funcionamento do sistema imunológico, responsável por combater infecções e doenças no organismo. E, também, auxilia no controle e prevenção de algumas comorbidades como diabetes e hipertensão, que são fatores de risco para pessoas com Covid-19. 


 

(Ter uma alimentação saudável potencializa os efeitos da atividade física/ Reprodução:site A Gazeta) 

 


https://inmagazine.com.br/post/Jennifer-Aniston-atriz-de-friends-lanca-sua-propria-marca-de-produtos-de-beleza

https://inmagazine.com.br/post/Maria-Candida-esbanja-charme-na-internet-ao-falar-sobre-desconstrucao

https://inmagazine.com.br/post/Pfizer-concede-22-milhoes-de-imunizantes-ao-Brasil-e-arremata-84-milhoes-de-doses-em-5-dias

 

Uma das substãncias citadas é a Endorfina, que você já deve ter ouvido falar. Ela é um hormônio com ação analgésica, que oferece a sensação de relaxamento e melhora o humor. Somada à outras substâncias como a Serotonina e a Dopamina, elas melhoram a qualidade do sono, estimulam a memória, reduzem o estresse, aumentam a disposição e ajudam no combate da ansiedade e depressão, doenças que agravaram durante o período de isolamento social. Agora que você já sabe quais são os beneficios de se exercitar, veja a seguir como começar a praticar exercícios em casa. Vamos lá! 

Atividades ao ar livre já foram liberadas, mas nem todos se sentem confortáveis ou tem disponibilidade para realizá-las. Felizmente, há outras alternativas para se exercitar sem sair da sala de estar.  

Antes de tudo, você deve consultar um médico ou educador físico para fazer a avaliação funcional do seu corpo. Depois é só escolher uma ferramenta para te guiar, pode ser um aplicativo para ficar em forma, um tutorial ou aula em vídeo, ou um plano de exercícios personalizado feito por um profissional. É importante começar devagar e com exercícios leves e aumentar a intensidade aos poucos. Isso diminui a chande de se lesionar e dá tempo para o corpo se adaptar a uma nova rotina. 

Para potencializar os efeitos da atividade é recomedado por especialistas a implementação de uma alimentação saudável, com nutrientes que vão ajudar no desempenho do corpo. 

 

Foto Destaque: Reprodução/A Gazeta