Beleza

Bioestimuladores combatem o envelhecimento através do colágeno

03 Nov 2021 - 16h38 | Atulizado em 03 Nov 2021 - 16h38
Bioestimuladores combatem o envelhecimento através do colágeno

Com o passar do tempo a pele vai de desgastando seja por conta do estresse, poluição, hábitos como tabagismo e exposição em excesso ao sol fazem com que o corpo diminua a produção de colágeno. Ela é uma proteína responsável por dar firmeza e sustentação das fibras da pele, e a ausência do colágeno pode deixar a pele mais fina e sem elasticidade. E para evitar e combater esse problema algumas pessoas ingerem colágeno, mas há também outras formas de estimular a produção da sustância pelo próprio corpo, com tratamentos chamados bioestimuladores.


Tratamento estético bioestimuladores produzem colágeno (Foto:Reprodução/Pexels)


Os bioestimuladores são substâncias injetáveis que ativam os fibroblastos (célula responsável pela produção de colágeno). Conheça abaixo três opções de tratamento segundo o site da Vogue:

Radiesse: “Além do efeito de preenchimento imediato, a hidroxiapatita de cálcio estimula a produção natural de colágeno e age na recuperação, firmeza e elasticidade da pele. Indicado para amenizar rugas e marcas de expressão moderadas e graves no rosto. Nas mãos, trata a perda de volume disfarçando os tendões e minimizando a flacidez da pele. Recomendado também para pescoço, colo, interno de braço e joelhos – é especialmente benéfico para melhorar o aspecto “craquelado” desta área. Associado ao ultrassom microfocado para contorno do rosto, papada, pescoço e braço, reforça o combate o combate à flacidez. Pode provocar hematomas". Preço médio do frasco: R$2.700 (suficiente para áreas pequenas).

https://inmagazine.ig.com.br/post/Como-tornar-a-make-com-sombra-colorida-sofisticada

https://inmagazine.ig.com.br/post/Emilly-em-Paris-Lancome-lanca-produtos-com-inspiracao-na-serie

https://inmagazine.ig.com.br/post/Pele-mais-firme-Habitos-que-ajudam-a-reduzir-a-perda-de-colageno

Sculptra: “Ao estimular o colágeno, o ácido polilático melhora o contorno facial e corporal e atenua sulcos, rugas e marcas de expressão. Não é u m preenchedor, mas pode resultar em um leve volume, mais natural. No rosto, é indicado para áreas de pouca mobilidade (têmpora, na região das orelhas) para dar sustentação, e contraindicado na região dos olhos e boca. No corpo, trata celulite e flacidez dos braços, coxas, glúteos e abdômen. O paciente deve fazer massagens depois da aplicação para evitar micronódulos. Otimiza o resultado de lasers e ultrassons multifocados em protocolos contra flacidez".

Preço médio do frasco R$ 3 mil (suficiente para áreas maiores se comparado ao Radiesse).


Reposição de colágeno (Reprodução/Pexels)


Ellansé: “Melhora a textura da pele, deixando-a firme, sedosa e com aparência saudável. Além disso, a policaprolactona ajuda a recuperar o volume perdido devido à diminuição natural da gordura do rosto (com exceção dos lábios e pálpebras, onde não deve ser aplicada). Assim, é especialmente indicada para peles mais maduras ou de quem passou por processo de emagrecimento severo. Serve também para aplicações ósseas criando pontos de sustentação. Pode dar 20 a 30% mais volume do que o gel ácido hialurônico, por isso, é necessário cuidado na aplicação. Não vem com anestésico, o que deixa a aplicação mais desconfortável e é possível que surjam hematomas. É empregado em protocolos com lasers e ultrassom microfocado, reforçando a produção de colágeno.

Preço médio do frasco: R$2.500 (suficiente para áreas pequenas). 

 

Foto destaque: Biostimuladores de colágeno. Reprodução/Pexels