Notícias

Bolsonaro faz crítica sobre repercussão e afirma que não tem algo a ver com assassinato de petista

11 Jul 2022 - 15h00 | Atulizado em 11 Jul 2022 - 15h00
Bolsonaro faz crítica sobre repercussão e afirma que não tem algo a ver com assassinato de petista

O presidente Jair Bolsonaro (PL) conversou com jornalistas e apoiadores na manhã desta segunda-feira (11) no Palácio da Alvorada, sobre a morte do guarda municipal Marcelo Aloizio de Arruda no sábado (09), durante sua festa de aniversário de 50 anos com o tema do Partido dos Trabalhadores (PT), em Foz do Iguaçu. Em sua fala, o Bolsonaro classificou o homicídio como uma “briga de duas pessoas”. 

Marcelo foi morto a tiros pelo policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho, que se identificava como apoiador do presidente nas redes sociais. Acusado gritou “aqui é Bolsonaro”.

"Vocês viram o que aconteceu ontem, né? Uma briga de duas pessoas lá em Foz do Iguaçu. 'Bolsonarista não sei o que lá'. Agora, ninguém fala que o Adélio é filiado ao PSOL, né? A única mídia que eu tenho é essa que está nas mãos de vocês aí", disse Bolsonaro a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro se refere a Adélio Bispo, autor do atentado contra ele em período de campanha eleitoral, que planejou e executou em 2018. Na época do crime, Bispo não pertencia mais ao PSOL, onde foi filiado de 2007 a 2014. De acordo com as investigações, Adélio foi considerado inimputável por ter doença mental e cumpre medida de segurança em um presídio federal.

Em sua primeira manifestação pública em suas redes sociais no domingo (10), o presidente disse que dispensa “o apoio de quem pratica violência contra opositores”, porém, no mesmo pronunciamento fez um ataque à esquerda. 


(Reprodução: Twitter)


A fala do presidente foi publicada no perfil de suas redes sociais às 19h15, depois que a maioria do espectro político se manifestou em repúdio à morte de Marcelo. 

Quando questionado por um jornalista sobre suas falas de 2018, nas quais havia defendido "fuzilar a petralhada”, Bolsonaro disse que na época as falas tinham sentido figurado.

"Você sabe o que é sentido figurado? Você sabe o que é sentido figurado? Você acha que...Você estudou português na faculdade ou não?", disse.

(Foto destaque/Reprodução: O Brasilianista)