Esportes

Bragantino vai rescindir com Renan, preso após matar motociclista em acidente

22 Jul 2022 - 20h01 | Atulizado em 22 Jul 2022 - 20h01
Bragantino vai rescindir com Renan, preso após matar motociclista em acidente

Nesta sexta-feira (22), o zagueiro Renan do Red Bull Bragantino foi preso pela Polícia Civil após se envolver em um acidente de trânsito que ocasionou na morte de um motociclista nesta manhã em Braganca Paulista, interior de SP. O atleta foi conduzido para a cadeia de Piracaia e irá passar por uma audiência de custódia no sábado (23).

A Polícia Rodoviária Estadual informou que o jovem não tinha uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) definitiva, e a sua permissão para dirigir estava suspensa. Segundo o repórter Lucas Rangel, da TV Vanguarda – afiliada da TV Globo na região – o jogador foi autuado em flagrante por homicídio culposo, com o agravante de ter ingerido bebida alcoólica e não ter permissão para dirigir, o torna o crime inafiançável.

Os policiais que atenderam a ocorrência disseram que o zagueiro apresentava sinais de embriaguez e odor etílico (álcool), mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. Na delegacia, Renan também se recusou a passar pelo exame de sangue e permaneceu calado. Por isso, a embriaguez ao volante não foi comprovada, apenas a ingestão de bebida alcoólica. Uma garrafa de bebida foi encontrada ao lado do carro do jogador e passou por perícia para verificar se havia as digitais dele.

O acidente envolvendo o carro do jogador e um motociclista aconteceu por volta de 6h40 na altura do quilometro 47 da Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira. Segundo informações preliminares apontam que o veículo conduzido pelo atleta teria invadido a faixa contraria e bateu de frente com a motocicleta. O motociclista de 38 anos morreu no local. Ele deixa esposa e duas filhas.


Carro de Renan após o acidente. (Foto: Reprodução/GE) 


Mais tarde, aparentemente, o destino do atleta já começou a ser definido. É certo que ele não atua mais com a camisa do Red Bull Bragantino. O clube não se pronunciou de forma oficial, mas a decisão pela rescisão do contrato de empréstimo já está tomada. Ele pertence ao Palmeiras e possui vínculo com o alviverde até 2025. O empréstimo tinha validade até dezembro deste ano, quando termina a temporada do futebol brasileiro e não havia um valor de compra fixado no negócio, para compra dos direitos.  

O jogador chegou ao Massa Bruta em abril de 2022 e atuou em oito partidas com a camisa do Bragantino. Ele foi contratado para ocupar a vaga deixada por Fabricio Bruno após a saída para o Flamengo. Em algumas oportunidades ele teve chances de atuar no time titular por causa das ausências de Léo Ortiz e Natan, mas não conseguiu se firmar.

Renan sempre foi visto como uma das boas apostas das categorias de base do Verdão. ‘Cria da Academia’, ele estava no clube desde a categoria sub-13 e subiu ao time profissional em 2020 diante da sua capacidade de atuar tanto como zagueiro quanto como lateral-esquerdo.

A temporada de 2021 foi a principal de Renan pelo Palmeiras, quando chegou a disputar 41 jogos, sendo 37 deles como titular. E, o início de 2022 marcou um recado de técnico Abel Ferreira aos garotos vindos da base que após o empate contra o São Bernardo pelo Campeonato Paulista (Paulistão), quando o atleta foi titular, o treinador português cobrou que os jovens brincassem menos. Apesar disso, ele chegou a viajar com o grupo para a disputa do Mundial de Clubes, mas sequer foi inscrito na competição. Na ocasião Abel disse que via os outros zagueiros presentes no elenco à frente na 001 disputa pelas vagas na equipe. Pouco depois, ele foi emprestado.

Ambos os clubes, Bragantino e o Palmeiras – com quem Renan tem vínculo ativo até 2025 – informaram que acompanham o caso e se colocaram a disposição para prestar assistência aos familiares da vítima e também se solidarizaram pela fatalidade. A assessoria de imprensa do jogador ainda não se pronunciou.

 

Foto Destaque: Renan, num treino com a camisa do Red Bull Bragatino. (Foto: Reprodução/GE)