Saúde e Bem Estar

Brasil recebe 1,8 milhão de doses da vacina Pfizer para vacinação infantil

31 Jan 2022 - 13h55 | Atulizado em 31 Jan 2022 - 13h55
Brasil recebe 1,8 milhão de doses da vacina Pfizer para vacinação infantil

O Ministério da Saúde informou à imprensa, nesta segunda-feira (31), o recebimento de um lote de vacinas pediátricas da farmacêutica Pfizer/BioNTech, contendo cerca de 1,8 milhão de doses. A previsão da entrega era para o dia 3 de fevereiro, mas sofreu uma antecipação. O carregamento aterrissou hoje no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Ao todo, o ministério já contabiliza em torno de 4,2 milhões de doses pediátricas recebidas. O insumo deve ser administrado no público-alvo entre os 5 e 11 anos de idade. Assim como na vacinação adulta, esta também requer a aplicação de duas doses, com intervalo de oito semanas, para uma imunização completa.

A vacina aplicada nas crianças possui uma dose inferior daquela aplicada no público adulto: corresponde a 0,2 ml da quantidade normal e os fracos possuem a cor laranja no intuito de serem facilmente identificados.


Vacina da Pfizer sendo preparada para administração. (Foto: Reprodução/Getty Images)


 

São Paulo ultrapassa a marca de 1 milhão de crianças vacinadas

Segundo os dados divulgados na mídia pela Secretaria Estadual de Saúde, o estado de São Paulo ultrapassou a marca de 1 milhão de crianças vacinadas com a primeira dose do imunizante contra a Covid-19, mais especificamente o grupo entre de 5 a 11 anos. Em torno de 25% da população desta faixa etária já se encontra vacinada.

Na última sexta-feira (28), o estado resolveu antecipar o início da última fase da aplicação da primeira dose do imunizante contra a Covid-19 em crianças: infantes de 5 a 8 anos já podem se dirigir aos postos de vacinação em todos os 645 municípios. Anteriormente, a previsão era de começar a vacinar esse público apenas na segunda-feira (31).

A orientação é para que os pais e responsáveis fiquem atentos à segunda dose. No caso da vacina feita pelo Instituto Butantan, o intervalo é de 28 dias. Já o imunizante da Pfizer é de 21 dias.

 

Foto de destaque: Vacinação infantil. Reprodução/AFP.