Saúde e Bem Estar

Brasil tem mais de 72% da população totalmente vacinada

08 Mar 2022 - 16h27 | Atulizado em 08 Mar 2022 - 16h27
Brasil tem mais de 72% da população totalmente vacinada

Na última segunda-feira (7), os dados do consórcio de veículos de imprensa mostraram que 156.248.372 pessoas completaram a vacinação contra o coronavírus, o que é equivalente a 72,73% da população brasileira. O consórcio divulgou ainda que a dose de reforço teve até agora aplicação em 66.512.493 brasileiros, o que significa que 30,96% da população está com o reforço garantido.

Os dados de pessoas com a primeira dose aplicada são equivalentes à 80,66% da população brasileira. Segundo o consórcio, apenas quatro estados não divulgaram os números da vacinação, sendo eles: Amapá, Goiás, Mato Grosso e Rondônia.

A vacinação infantil a partir dos 5 anos de idade segue sendo realizada em todo território nacional. Ao todo já foram aplicadas 9.748.701 doses em crianças, que estão parcialmente imunizadas, o que representa 47,55% da população nessa faixa etária. Ainda nesta faixa de idade, 361.684 crianças estão totalmente imunizadas ao tomarem as duas doses da vacina contra a Covid-19, o que representa 1,76% da população de crianças desta faixa de idade.


Vacinação infantil segue em todo território brasileiro (Foto:Reprodução/AgênciaBrasil)


O estado do Amapá foi o único a não divulgar os números em relação à vacinação na faixa das crianças entre 5 e 11 anos.

O estado de São Paulo é o líder na aplicação de doses em crianças, com 80,52% da faixa etária vacinada com pelo menos uma dose, seguido do estado do Piauí com 68,76%, logo atrás vem o estado do Ceará com 60,08% das crianças entre 5 e 11 anos com pelo menos a 1ª dose recebida.

O levantamento dos dados do consórcio de veículos de imprensa é resultado de uma parceria entre o G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL. Esses dados da vacinação começaram a ser divulgados a partir do dia 21 de janeiro. Desde 2020 o consórcio divulga os números de casos e mortes por coronavírus no Brasil.

Foto destaque: Vacina sendo preparada para aplicação Reprodução/JornaldeBrasília