Esportes

Brasil vai mal e só empata com Equador em jogo polêmico

28 Jan 2022 - 13h00 | Atulizado em 28 Jan 2022 - 13h00
Brasil vai mal e só empata com Equador em jogo polêmico

O Brasil entra em campo nas eliminatórias somente para cumprir tabela, por conta de já estar classificada, a seleção brasileira pode encarar os jogos restantes das eliminatórias como um teste para a Copa no Catar que acontece no fim do ano, mas isso não apaga a má atuação do time de Tite na partida desta quinta-feira, o Brasil apresentou muitas falhas e quase tomou a virada do time da casa na partida.
O treinador da seleção brasileira aproveitou a partida para observar alguns jogadores novos visando a convocação final para o Mundial, porém o jogo tomou proporções inesperadas, com diversas expulsões e intervenções do VAR, Tite não conseguiu fazer os testes que esperava, com apenas meia hora de partida Emerson Royal já havia sido expulso e o meia Philippe Coutinho teve que ser substituído, com isso dois jogadores que o treinador queria testar já estavam fora da partida.


Casemiro autor do gol brasileiro na partida (Foto:Reprodução/Lucas Figueiredo/CBF)


No primeiro tempo o jogo já foi um caos total, aos 6 minutos de jogo Casemiro abriu o placar para a seleção brasileira, que logo depois viu o goleiro Domínguez ser expulso com uma entrada violenta em cima de Matheus Cunha, o árbrito precisou da ajuda do VAR para expulsar o jogador, sendo somente a primeira intervenção que o VAR faria na partida, 5 minutos depois da expulsão de Domínguez foi a vez de Emerson Royal ser expulso pelo lado brasileiro, Emerson tomou um segundo cartão amarelo após decisão rigorosa do árbrito Wilmar Roldán, aos 20 minutos de jogo ambas as equipes já estavam com 10 em campo, ainda no fim do primeiro tempo após uma entrada perigosa o Wilmar Roldán expulsou o goleiro Alisson direto, mas após consulta no VAR o árbrito voltou atrás na decisão e decidiu dar somente amarelo para o goleiro, sendo só a primeira vez que Alisson seria expulso na partida.

O segundo tempo foi tão conturbado quanto o primeiro, com o Equador pressionando pelo empate, Estupiñán caiu na área após drible em cima de Daniel Alves e juiz marcou o pênalti, mas novamente o VAR interveio e o Árbrito voltou atrás e anulou a penalidade. O Equador chegou ao empate aos 29 minutos do segundo tempo em cabeçada de Torres, o jogo áreo do Brasil foi uma grande deficiência na partida. no fim do jogo Wilmar Roldán novamente marcou pênalti para o Equador, em dividida do goleiro Alisson com Preciado dentro da área o árbrito colombiano viu pênalti e deu o segundo cartão amarelo para Alisson ocasionando na expulsão do goleiro pela segunda vez na partida, mas o VAR interveio mais uma vez e Wilmar Roldán voltou atrás novamente em sua decisão, cancelou o pênalti e retirou o cartão de Alisson, dando outra chance para o goleiro no jogo, o fim da partida foi um alívio para Roldán em um jogo tão polêmico e com tantas interferências do VAR.

A Seleção Brasileira volta a campo na próxima terça-feira ás 21h(de Brasília) diante do Paraguai no Estádio do Mineirão.

 

Foto Destaque: Fred na partida contra o Equador  Reprodução/Lucas Figueiredo/CBF