Cinema/TV

CEO da Warner Bros anuncia fim de estreia simultânea no streaming

05 Ago 2022 - 18h48 | Atulizado em 05 Ago 2022 - 18h48
CEO da Warner Bros anuncia fim de estreia simultânea no streaming

O presidente da Warner Bros, David Zaslav, anunciou nesta quinta-feira(4), o fim da estreia simultânea dos seus filmes no cinema e no streaming. Com a pandemia do COVID-19, muitas coisas mudaram, e as salas dos cinemas tiveram que fechar suas portas por um período indeterminado.

Por se tratar de uma sala fechada e com pouca circulação de ar, não condizia com as medidas de restrição, foi então que os estúdios tiveram que se adaptar ao momento que estávamos vivendo, e os filmes começaram a ser lançados pelo streaming.

Depois de um tempo os cinemas começaram a voltar aos poucos, e os filmes foram simultaneamente lançados no streaming e cinema, esta medida acabou gerando um grande prejuízo. 


 

TENET(Foto:Reprodução/Divulgação)


O filme “TENET”, que após um pedido do diretor, Christopher Nolan, foi quem abriu as portas do cinema em outubro de 2020, mas acabou fracassando nas bilheterias por conta da quantidade e capacidade reduzida das salas. Foi então que a Warner Bros começou a lançar simultaneamente seus filmes no cinema e no streaming, depois sendo copiado por outros estúdios. Um exemplo  foi o filme “Mulher Maravilha 1984”, em 2020, que arrecadou muito menos do que o esperado, e a estreia de Viuva-Negra no Disney+, que acabou sendo exibido ilegalmente diversas vezes e gerando muito prejuízo.


 

Mulher-Maravilha 1984(Foto:Reprodução/Divulgação)


Com tudo isso, os estúdios avaliaram que este novo modelo não estava sendo muito lucrativo, David Zaslav citou os novos filmes Batman e Elvis na sua decisão, dizendo que a estreia nos cinemas valoriza a experiência do público e é muito mais lucrativa. “À medida que os filmes passam de uma janela para outra, seu valor geral é elevado cada vez mais”, diz o empresário.

E vocês, gostavam dos lançamentos simultâneos no streaming? 

 

Foto destaque: Cena do filme "Elvis". Reprodução/Divulgação

Mais Lidas