Saúde e Bem Estar

COVID-19: Rio de Janeiro tem menor número de internações, mortes e casos desde início da pandemia

23 Out 2021 - 11h35 | Atulizado em 23 Out 2021 - 11h35
COVID-19: Rio de Janeiro tem menor número de internações, mortes e casos desde início da pandemia

Na última sexta-feira(22), o 42º boletim epidemiológico do município do Rio de Janeiro, mostrou que desde o início da pandemia, 4 indicadores da doença chegaram ao índice mais baixo. O número de internações pela doença e mortes, são indicadores que contribui para o cálculo de transmissão pelo vírus em várias regiões da cidade. E todas elas, pela 5º semana seguida, estão no índice mais baixo, na bandeira amarela, que representa nível moderado, empregada pela Secretaria Municipal de Saúde.


Prefeitura do Rio afirma que vacinação é o motivo dos baixos índices (Foto:Reprodução/Frank Meriño/Pexels)


Outros índices que permanece em queda na capital são os casos pela doença, o suporte por síndrome gripal e síndrome respiratória aguda grave na redes de emergência e urgência.

Há 4 semanas, a quantidade de novos casos de internações pela doença no SUS (Sistema Único de Saúde) vem diminuindo e os casos de mortes pela doença também está em queda, há 5 semanas, exceto nas semanas epidemiológicas 37(do dia 12 a 18 de setembro) e 38(do dia 19 a 25 de setembro) que obteve estabilidade.

https://inmagazine.com.br/post/Obesidade-infantil-no-Brasil-se-torna-ameaca-a-saude-publica

https://inmagazine.com.br/post/STF-veta-lei-que-aprovava-consumo-e-comercializacao-de-medicamentos-para-obesidade

https://inmagazine.com.br/post/Ayurveda-o-que-e-e-como-pode-te-fazer-bem

De acordo com Daniel Soranz, Secretário Municipal de Saúde, há mais de 2 meses, a fila por leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) está zerada. Assim como a taxa de testes positivos para a doença diante do total de testes realizados, que chegou ao número mais baixo, 4%, desde o início da pandemia da COVID-19.

Nas redes sociais a prefeitura do Rio comemorou os baixos índices em relação à doença e deu a notícia sobre a antecipação da segunda dose da Pfizer para as pessoas a partir dos 30 anos:


 



 


Acompanhe as redes sociais da prefeitura do Rio para saber mais sobre o calendário de vacinação, notícias da pandemia e da cidade.

Foto destaque: Reprodução/Daniel Roberts/Pixabay