Saúde e Bem Estar

Cannabidiol: Anvisa libera mais um medicamento

31 Out 2021 - 12h55 | Atulizado em 31 Out 2021 - 12h55
Cannabidiol: Anvisa libera mais um medicamento

Agência Nacional de Vigilância Sanitária liberou para uso oral uma solução de cannabidiol (CBD), trata-se de um quarto produto com esse príncipio ativado no Brasil. O produto será fabricado na Colômbia. Com a autorização o medicamento poderá  ser importado para uso e começar a ser comercializado nas farmácias com prescrição médica por via da receita tipo B. Mas o uso de medicamento teraupético só pode ser usado quando as outras opções de tratamento tiverem sidos esgotadas. O medicamento tem licença de 24 meses, e tem concentração de 50 miligramas por mililitro (mg/ml) e com 0,2% de tetraidrocanabidinol (THC).


                                  

                                       (Foto:Produção/Imagem de Domenico Marcozzi por Pixabay )


Para que serve o remédio á base de cannabis ?

O cannabidiol conhecido popularmente como CBD, é uma subtância que atua no sistema nervoso central para uso teraupêuticos,psiquiátricos ou neurodegenerativas como a esclerose, mal de Parkison e epilepsia. Anvisa no Brasil criou uma categoria nos medicamentos derivados da Cannabis que podem ser comercializados . A venda do rémedio só pode ser feita com uma receita médica de controle especial. O remédio é prescrito para uso de tratamento de espasmos musculares relacionados a esclerose múltipla. O cannabis também é usado em outros países para outros tratamentos como o Alzheimer, e como analgésicos para tratamentos oncológicos.

https://inmagazine.ig.com.br/post/Valentina-alerta-Aline-sobre-peoes-imitarem-Dayane

https://inmagazine.ig.com.br/post/Glover-Teixeira-conquista-o-titulo-dos-meio-pesados-do-UFC-aos-42-anos

https://inmagazine.ig.com.br/post/G20-o-grupo-que-organiza-as-20-maiores-economias-do-mundo

 

Cultivo de Cannabis 

 A comissão da Câmera aprovou um texto que libera cultivo de cannabis por empressas para fins medicinais e industriais , projeto permitiu cultivo em todo terrítorio nacional por empresas autorizadas pelo poder público. Produtos a base de cannabis não são considerados medicamentos pela Anvisa. Pelo projeto aprovado fica liberado o ''cultivo processamento, pesquisa, armazenamento , transporte, produção, industralização , manipulação, comercialização, importação e exportação de produtos á base de cannabis''. Mas a proposta diz que só é permitido o cultivo  em território nacional, mais que seja feito por uma pessoa jurídica autorizada pelo poder Público.  

 

Foto Destaque : Reprodução/Imagem Julia Teichmann por Pixabay.