Celebridades

Cantor sertanejo Hudson fala de dupla com irmão Edson, drogas e Reabilitação

19 Fev 2022 - 21h05 | Atulizado em 19 Fev 2022 - 21h05
Cantor sertanejo Hudson fala de dupla com irmão Edson, drogas e Reabilitação

Donos de grandes sucessos, os músicos Edson e Hudson têm uma carreira admirável conhecida por milhares de pessoas, mas também já protagonizaram polêmicas ao longo de sua história. No quadro 'Promessas', do programa 'É de Casa', Hudson dividiu um relato sobre o uso de drogas.

Hudson nunca escondeu o problema com álcool, e devido ao uso exagerado de drogas e divergências de opiniões, enfraqueceu a dupla com o irmão Edson.


Dupla sertaneja Edson e Hudson (Foto: Reprodução/Instagram)


"Eu não fui um adolescente que comecei a fumar novo. Mas quando eu comecei, depois de velho, eu comecei com os dois pés. Foi um momento da nossa vida que a gente estava trabalhando muito. Começou que a gente bebia só nos shows, só que a gente estava fazendo show quase todos os dias", contou.

"E eu fui caindo, entendeu? Nessa questão eu me perdi nas drogas, fiquei um ano internado. Na clínica eu senti muito a presença de Deus, porque a gente escuta todo dia de manhã músicas evangélicas, aquilo toca fundo no coração da gente porque a gente tá com muita saudade da família, a gente tá muito dolorido porque você tá longe de tudo" disse o cantor.


Hudson fala de internação em clínica de reabilitação no programa 'Conceito Sertanejo' (Vídeo: Reproduçao/ YouTube)


"A minha carreira, junto com meu irmão, a gente passou por tantos problemas, tantas coisas ruins aconteceram. Hoje eu respeito o Edson não só como irmão de sangue, mas como irmão de ser humano", diz Hudson.

Segundo o sertanejo, a fé foi fundamental para ajudá-lo. "Eu tive que me aproximar muito de Deus para reerguer minha vida", ressaltou.


Hudson (Foto: Reprodução/ Instagram)


Em 2012, Hudson Gadorini Silva foi preso duas vezes no mesmo dia. Na época, a Polícia Militar encontrou duas armas no seu carro, uma pistola 380 e um revólver calibre 38 desmuniciadas e, em sua residência, uma pequena quantidade de drogas. Ainda em seu carro foram recolhidos uma faca e um soco-inglês. O cantor ficou preso e foi liberado um dias depois ao conseguir o habeas corpus. Ele também enviou uma carta pedindo desculpas e afirmando ser “uma pessoa pacífica, do bem”.


Hudson fala da prisão, no programa 'Conceito Sertanejo' (Vídeo: Reproduçao/ YouTube)


O cantor teve prisão decretada por falta de pagamento de pensão alimentícia da filha Letícia Higa da Silva. O sertanejo fez um acordo e pagou o valor que devia, cerca de R$ 90 mil.

Também em 2012, o cantor perdeu sua ex-mulher. Em novembro, Larissa Lopes morreu baleada na cabeça, em Limeira, interior de São Paulo.

A fatalidade aconteceu na concessionária do pai da jovem. Contudo, até hoje não se sabe definitivamente se a ex-mulher de Hudson foi assassinada ou se cometeu suicídio, já que passava por uma fase depressiva. Na ocasião, Hudson foi impedido pela família da moça de entrar no velório e tempos depois ele enfrentou uma depressão profunda por causa da morte da esposa.


Edson e Hudson (Foto: Reprodução/ Instagram)


Em 2009 a dupla sertaneja Edson e Hudson optou pela separação e seguir carreira solo. O distanciamento durou até 2011, e deixou os cantores bem distantes. “Não separamos porque não nos gostávamos. Nós dois cuidados muito doentes por causa da bebida. Mas não houve um dia que eu não acordasse e tivesse meu irmão como meu primeiro pensamento“, disse Hudson ao R7.

Foto destaque: Reprodução/ Instagram