Notícias

Casamento de Lula e Janja acontece na próxima quarta (18) em cerimônia para mais de 100 convidados; saiba detalhes

13 Mai 2022 - 14h37 | Atulizado em 13 Mai 2022 - 14h37
Casamento de Lula e Janja acontece na próxima quarta (18) em cerimônia para mais de 100 convidados; saiba detalhes

SÃO PAULO - Juntos há mais de quatro anos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a socióloga Rosângela da Silva, a Janja, devem oficializar a união na próxima quarta-feira (18), em uma cerimônia para mais de 100 convidados. O local do evento está sendo mantido sob sigilo, mas o horário foi revelado – às 19h - após pedido das convidadas, que argumentaram precisar da informação para saber qual tipo de maquiagem usariam.

 A lista de convidados já ultrapassa a casa dos 150. A previsão, em meados de março, era de que a cerimônia seria restrita apenas a pessoas mais próximas. Hoje, porém, tem-se certeza de que o evento vai reunir diversas personalidades políticas, além de artistas e familiares.

Do total, trinta convidados são da família do petista – os cinco filhos, com noras e genros, filhos, oito netos, irmãos e os cunhados. Os sobrinhos de Lula devem ficar de fora da cerimônia devido à restrição de convidados.

Partiu do casal, por exemplo, incluir amigos próximos na lista, como o compositor Chico Buarque e sua esposa, Carol Propner – que são padrinhos da união. Foi através de ambos que Lula e Janja se conheceram e começaram a namorar em 2017, durante um jogo do Politeama, time do coração de Buarque.

No ano seguinte, Lula seria preso, mas a relação permaneceria intocável. Janja, que morava em Curitiba - onde fica o prédio da Superintendência da PF (Polícia Federal), no qual o petista cumpria pena, o visitava semanalmente.

Artistas como Daniela Mercury, Gilberto e Flora Gil, além de Malu Verçosa, já têm o nome na relação de convidados.

Aliados mais próximos do ex-presidente também estão dentre os convidados. O ex-governador da Bahia, hoje Senador, Jaques Wagner é um dos petistas que estarão na cerimônia. Na apertada lista ainda constam os nomes da presidente do PT, Gleisi Hoffman, do ex-governador de São Paulo e de sua esposa, Geraldo Alckmin e Lu Alckmin, do ex-prefeito de São Paulo e sua cônjuge, Fernando e Ana Estela Haddad, além do ex-governador do Piauí, Welligton Dias.

A relação de políticos não se encerra por aí. A presença do ex-ministro Aloízio Mercadante, dos deputados federais Rui Falcão e Alexandre Padilha, este último médico da família, e do deputado estadual Emídio Souza são esperadas no evento. Responsável pela defesa de Lula, o advogado Cristiano Zanin também foi convidado. Ele deve chegar acompanhado de sua esposa, Valeska, filha de Roberto Teixeira e afilhada do petista.


O local onde a cerimônia será realizada segue em segredo, nem mesmo os convidados sabem. Reprodução/Estado de Minas


Janja também fez questão de incluir na lista, funcionários e seguranças que trabalham com o ex-presidente. Os seguranças foram dispensados do trabalho para festejarem com o casal.

A bênção deve ser dada por dom Angélico Sândalo Bernardino, que conhece Lula desde os anos 1970. Os noivos se arrumaram em locais separados, seguindo a tradição católica segundo a qual o noivo não pode ver a companheira antes do enlace. Janja vai usar um vestido assinado pela estilista Helô Rocha.

A socióloga vai usar no casamento um vestido longo, em organza (tecido feito de seda) na cor off white e coberto de bordados feitos por moradoras de Timbaúba dos Batistas, uma cidade da região do Seridó, sertão do Rio Grande do Norte.

Aos 76 anos, Lula entrará de cabeça na disputa pelo retorno ao Palácio do Planalto já com a primeira-dama oficial. Ambos moram juntos, em São Paulo, desde que Lula saiu do cárcere, em 2019. A socióloga aposentada de 55 anos também acompanha o ex-presidente em suas agendas políticas, e tem suas colaborações impressas no discurso do petista.

Fora dos holofotes, os dois vivem uma vida a sós, na companhia da cachorra do casal, cujo nome é Resistência, alusão ao período no qual Lula e Janja estiveram separados.

 

Foto destaque: Lula e Janja se conheceram em 2017, através de Chico Buarque e Carol Propner. Reprodução/Uol