Esportes

Cássio agradece Marcos Leonardo após confusão na Vila Belmiro

14 Jul 2022 - 21h24 | Atulizado em 14 Jul 2022 - 21h24
Cássio agradece Marcos Leonardo após confusão na Vila Belmiro

Na última quarta-feira (13), o Santos recebeu o Corinthians, na Vila Belmiro, pela Copa do Brasil em jogo válido pelas oitavas de final do campeonato. Apesar de vencer por 1 a 0, o Peixe acabou eliminado da competição, sem conseguir reverter a vantagem construída pelo time rival no jogo de ida. Mas a noite foi marcada por mais do que a eliminação da equipe santista da competição.

Após o apito final, torcedores invadiram o campo e avançaram em direção aos jogadores do Corinthians. O goleiro do Timão, Cássio, foi o principal alvo desses torcedores, mas foi defendido por Marcos Leonardo. Em entrevista, o camisa 9 do Santos comentou o ocorrido.

“Tentei proteger o Cássio. Tentei defendê-lo. Não quero para ele o que não quero para mim. Meus pais me ensinaram a sempre defender o próximo”, comentou o atacante.


Cássio, goleiro do Corinthians, é agredido por torcedor após partida contra o Santos (Reprodução: Yourube/GE)


Na manhã dessa quinta-feira (14), Cássio se mostrou bastante agradecido à Marcos Leonardo e demonstrou respeito ao Santos. Ainda em entrevista concedida à TV Bandeirantes, o goleiro do Timão também exigiu que o episódio seja tratado com cuidado pelos órgãos competentes.

De acordo com Cássio, o caso não deve ser generalizado e visto como “a torcida do Santos”, mas admite que episódios como esses não podem mais acontecer, pois o risco de uma tragédia grave ocorrer aumenta. Para o goleiro, a atitude dos torcedores que invadiram o campo foi covarde e passa dos limites.

Além do pedido de investigação, Cássio aproveitou para agradecer à Marcos Leonardo, atacante do Santos, e a outros jogadores que tentaram defendê-lo da agressão.

“Quero agradecer os meninos do Santos pelo posicionamento e carinho. Tenho muito respeito pelo Santos, conheço muita gente lá, pessoas trabalhadoras. Ninguém concorda com o que aconteceu. É difícil, a família vendo isso, ninguém quer passar”, disse ele.

Já no final da entrevista, o goleiro do Timão ainda disse esperar pela decisão da CBF sobre o ocorrido e relembrou outros episódios acontecidos em 2022. Cássio afirma ter receio de estar em campo e algo atingi-lo no meio do jogo, uma vez que fica de costas para a torcida.

Durante a madrugada de quarta para quinta-feira, a esposa de Cássio usou suas redes sociais para agradecer a Marcos Leonardo pela postura ao tentar defender o goleiro da agressão e fez um longo desabafo, relembrando momentos em que Cássio foi ameaçado por torcedores corinthianos. O coleiro também utilizou as redes sociais para se manifestar mais uma vez sobre o ocorrido.


Cássio usou suas redes sociais para desabafar sobre o episódio na Vila Belmiro (Reprodução: Instagram)


Segundo o GE, Cássio ainda entrou em contato com Camacho, que é jogador do Santos, para conseguir o telefone de Marcos Leonardo e poder agradecer ao atacante por sua postura diante do ocorrido.

Em seu site oficial, o Santos se manifestou sobre o episódio e diz não compactuar com as atitudes agressivas dos torcedores santistas, além de lamentar que a Vila Belmiro tenha sido palco para que algo assim tenha acontecido. O clube também garante a expulsão dos torcedores do quadro de sócios.

Por causa do incidente, o Santos pode receber punições graves, de acordo com o artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, como multa alta de até R$ 100 mil, além de perder o mando de campo por até dez partidas. Já os oito torcedores que foram detidos após a confusão, podem pegar até dois anos de prisão. Eles passaram por uma audiência na Vila Belmiro e foram liberados em seguida.

 

Foto destaque: Cássio durante a partida contra o Santos, pelas oitavas da Copa do Brasil. Reprodução: Fernanda Luz/AGIF.