Esportes

Chelsea sai na frente mas Cristiano Ronaldo marca e mantem United vivo na briga pela vaga na Champions

28 Abr 2022 - 23h00 | Atulizado em 28 Abr 2022 - 23h00
Chelsea sai na frente mas Cristiano Ronaldo marca e mantem United vivo na briga pela vaga na Champions

Em jogo adiantado da 37ª rodada do Campeonato Inglês devido a final da Copa da Inglaterra entre Chelsea e Liverpool no dia 15 de maio, o Manchester United recebeu o Chelsea no Old Trafford nesta quinta ferira (28) e ficou no empate em 1 a 1 com os gols marcados por Marcos Alonso e Cristiano Ronaldo, ambos já na segunda etapa. esse foi o quarto empate seguido no confronto entre as equipes que não tem um vencedor desde o dia 19 de julho de 2020 na semifinal da Copa da Inglaterra. 

Apesar de estar jogando em casa, e precisando somar pontos para continuar sonhando com uma vaga na próxima UEFA Champions League, conquistar um empate contra a equipe do Chelsea não é de todo ruim. Principalmente porque os red evils vem em péssima fase e em uma sequência de duas derrotas seguidas em dois clássicos contra Liverpool (4 x 0) e Arsenal (3 x 1) e caso fosse derrotado hoje estaria praticamente sem chances de conquistar a vaga para a maior competição de clubes da Europa já que restariam apenas mais 9 pontos possíveis para o time de Manchester que está há cinco pontos atrás do Arsenal que ainda tem dois jogos a mais para realizar. 


Cristiano Ronaldo pode ficar fora da Liga dos Campeões pela primeira vez em 18 anos (foto: Reprodução/AFP)


Mesmo que Cristiano Ronaldo e companhia ainda tenha uma pequena chance de classificação, isso pode não durar por muito tempo. Caso o Arsenal vença seus dois jogos a menos a possibilidade de classificação dos diabos vermelhos vai por água abaixo que restaria apenas lutar para assegurar uma vaga para a Próxima Europa League o que já seria algo a se celebrar já que o time inglês teve uma péssima temporada. Se o Manchester United realmente não conseguir de classificar está será a segunda vez nas últimas quatro temporadas que o gigante inglês fica de fora da competição, além de ser possivelmente a primeira vez que Cristiano Ronaldo, o maior artilheiro da Liga dos Campeões com 140 gols ficaria de fora da competição em 18 anos. 

 

Foto Destaque : Reuters/Phil Noble