Esportes

Clubes tentam novo recurso para impedir que Flamengo tenha público em jogos do Brasileirão

15 Set 2021 - 20h30 | Atulizado em 15 Set 2021 - 20h30
Clubes tentam novo recurso para impedir que Flamengo tenha público em jogos do Brasileirão
A batalha dos clubes brasileiros contra o Flamengo ganhou mais um capítulo. Na tarde de quarta-feira (15), 17 clubes da Série A apresentaram um "recurso voluntário" ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), no qual pedem a revogação da liminar que permite ao Rubro-Negro ter público em seus jogos como mandante no Campeonato Brasileiro.
 
O recurso está assinado por todos os clubes da Série A menos o próprio Flamengo, o Atlético-MG e o Cuiabá. Ou seja: os mesmos que fizeram um pedido na última sexta-feira, e que foi rejeitado pelo presidente do STJD, Otávio Noronha, nesta semana.
 

Estádio Maracanã. (Foto: Jorge R/ BP Filmes)

Esta segunda tentativa de impedir público nos jogos do Flamengo no Brasileirão será analisada por um dos vice-presidentes do tribunal, Felipe Bevilacqua. Ele foi o relator indicado pelo presidente do STJD - que não podia indicar a si próprio. O documento foi protocolado pelo departamento jurídico do Palmeiras, designado pelos outros 16 clubes para atuar no caso.

https://inmagazine.com.br/post/Dua-Lipa-vai-cantar-no-Rock-in-Rio-2022

https://inmagazine.com.br/post/Neymar-e-criticado-por-Zelia-Duncan-em-rede-social-Decepcao-como-cidadao

https://inmagazine.com.br/post/Neymar-responde-Patricia-Pillar-no-Twitter-apos-criticas-da-atriz

Ainda, as 17 equipes preparam uma carta em conjunto para cobrar uma posição da CBF, que até o momento não se manifestou. O desejo é adiar a 21ª rodada do Brasileirão, com data para acontecer nos dias 18 e 19 de setembro.

 

Na carta enviada, os clubes - sem a assinatura do Atlético-MG, Cuiabá e, claro, do próprio Flamengo - lembram que não se opõem ao retorno de público de maneira alguma, mas querem a volta de torcedores para todos ao mesmo tempo. Conforme decisão unânime do último Conselho Técnico promovido pela CBF.

 

A nova resposta do STJD ao recurso voluntário deve sair nesta quinta-feira. Mais cedo, o presidente do Grêmio, Romildo Bonzan, foi até a CBF para conversar com o presidente em exercício a respeito da tentativa dos clubes. A CBF ainda não se manifestou sobre o desejo dos clubes.

 

O recurso apresentado pelos 17 clubes tem a ver com o Campeonato Brasileiro, e não com a Copa do Brasil – torneio pelo qual Flamengo e Grêmio se enfrentam nesta quarta-feira, também no Maracanã, com presença de público (35% da capacidade do estádio). A equipe gaúcha jogou sem torcida na partida de ida das quartas de final.

 

Foto destaque: Reprodução /Daniel Castellano/Gazeta do Povo