Celebridades

Coach comportamental Gabi Lodewijks explica sucesso de Anitta através da ciência

02 Mai 2022 - 10h16 | Atulizado em 02 Mai 2022 - 10h16
Coach comportamental Gabi Lodewijks explica sucesso de Anitta através da ciência

Nos holofotes nacionais e internacionais, um nome não deixa de ter relevância: Anitta. Cantar no Coachella, um dos festivais de música do mundo, atingir o primeiro lugar no Spotify mundial com “Envolver”, bem como firmar parcerias com grandes nomes da música como Miley Cyrus, Cardi B e Khalid, são apenas algumas das últimas conquistas da cantora de Honório Gurgel, no subúrbio carioca, que provam que ela se tornou maior artista pop brasileira da atualidade.

Entretanto, o sucesso não parece convencer a todos. Desde matérias colocando em xeque a legitimidade da cantora em alcançar o primeiro lugar mundial no Spotify, às declarações de celebridades que afirmam que a cantora não representa o Brasil e desonra a imagem feminina, há quem ainda não consiga entender o fenômeno que a cantora se tornou.


Gabi Lodewijks, coach comportamental e especialista em Programação Neurolinguística (Foto:  Ilara Costa Photography)


A coach comportamental e especialista em Programação Neurolinguística (PNL), Gabi Lodewijks, no entanto, afirma que o sucesso da cantora pode ser explicado por meio da neurociência. “Muitas pessoas estão taxando Anitta como uma ‘vergonha nacional’ por ser conhecida mundialmente pelo seu rebolado ou por estar no topo do Spotify com uma música que fala abertamente sobre sexo. Entretanto, ninguém parou para analisar a vida dessa mulher por trás do rebolado? A cantora é um exemplo de dedicação, disciplina e resiliência. Prova disso é que ela sempre soube de seu propósito, onde queria chegar e o que deveria fazer para conseguir alcançar esse objetivo”, pontua a especialista.

Gabi Lodewijks analisa também que a origem humilde de Anitta nunca foi um fator limitante para ela, mas algo que a fez buscar novos horizontes — além de ser um dos pilares de seu branding pessoal atualmente. “Um exemplo disso é que, desde a falência do pai, que a fez mudar da escola particular para pública, a cantora usava a mesada para investir em si mesma e pagava o próprio curso de inglês. Outras pessoas não teriam essa visão de investimento e gastariam com supérfluos”, pontua.

Pensamento artístico de expansão

Segundo Lodewijks, quando o assunto é trabalho e negócios, a cantora também demonstra um pensamento artístico de expansão. “Desde seus primeiros shows na Furacão 2000, Anitta foi crescendo profissionalmente não apenas pelo rebolado, mas pelo jeito irreverente e inovador. Entre ser mais uma MC, ela apostou na diferenciação: se ninguém tinha dançarinas, ela tinha, se ninguém cantava pop funk, ela começou a cantar esse estilo. Ela, mais uma vez, tinha o propósito de quebrar barreiras”, comenta.

Consolidada no Brasil como uma hitmaker, Anitta poderia ter se acomodado nesta posição. Mas buscou o que parecia impossível, que era alcançar o topo da billboard internacional. “Anitta traçou um plano de ação, mesmo com as dificuldades certeiras que iriam surgir, mas que ela escolheu encarar, seguir adiante e ser resiliente. É necessário ter atitude, mostrar a sua mente quem é que manda e seguir.

Segredo do sucesso

Segundo Gabi Lodewijks, a diferença entre vencedores e pessoas comuns está no mindset. “O que acontece é que muitos de nós não acreditamos que somos capazes, não acreditamos no nosso poder. Temos crenças limitantes que nos impedem de evoluir, de nos transformar e atingir nossos propósitos. Desistir deveria ser proibido, e para a Anitta esse é um princípio fundamental”, destaca a especialista.

Saber lidar com as críticas também é um ponto estratégico para se manter no foco dos objetivos. Se para muitas pessoas, Anitta não passa de uma mulher vulgar, que rebola seminua em cima do palco, manchando a imagem feminina, para outras ela é um exemplo de mulher determinada, disciplinada e inteligente. “O propósito dela era chegar onde chegou, independentemente se isso é visto como o socialmente correto. O seu propósito pode ser outro, totalmente diferente do dela, mas se você se inspirar nela como mulher guerreira, forte, resiliente, você poderá facilmente replicar essa fórmula de sucesso”, diz a especialista em PNL.

Para a especialista, independente da área de atuação, é possível alcançar o sucesso usando esta técnica de modelagem, como fez a cantora Anitta. “Modelar alguém que teve sucesso é se perguntar: O que essa pessoa precisou fazer para estar onde era? Como ela se comporta? Como ela pensa? Tomá-la como um exemplo de ação. Anitta nasceu e foi criada em uma favela, superou barreiras sociais e transformou as dificuldades em oportunidades, é exemplo de resiliência. Ela tinha um propósito, fez seu plano de ação, aprendeu línguas, definiu sua persona (público-alvo), aprendeu a se comunicar com eles e foi adiante. Esse é um bom jeito de começar”, conclui.

 

Foto destaque: Anitta. Reprodução/Instagram

Mais Lidas