Money

Coinbase realiza segundo grande layoff demitindo 20% dos colaboradores

12 Jan 2023 - 11h30 | Atulizado em 12 Jan 2023 - 11h30
Coinbase realiza segundo grande layoff demitindo 20% dos colaboradores

A Coinbase anunciou uma outra rodada de demissão. O planejamento é cortar em 20% a força de trabalho, o que corresponde ao número de 950 pessoas. A corretora reduziu também em 25% de suas despesas operacionais. A Coinbase cortou 1.100 empregos, ou seja 18% da sua força de trabalho em junho de 2022. E em novembro  foram demitidos mais 60 funcionários.

Após examinar a situação da empresa para o ano de 2023, o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, disse: ”Ficou claro que era preciso reduzir as despesas para aumentar as chances de ter um bom desempenho em todos os cenários.” Brian Armstrong ainda ressalta:"Não havia como reduzir as despesas de maneira significativa, sem considerar mudanças no quadro de funcionários.”


o CEO da Coinbase, Brian Armstrong, deixou uma mensagem no blog da corretora (Foto:Reprodução/Cointimes)


A corretora de criptomoedas estima que o seu plano custará entre 149 milhões de dólares e até 163 milhões em despesas de reestruturação relacionadas às ações de acordo com seu arquivo 8k. Desse total, entre US$ 58 milhões e  US$ 63 milhões, consistem em indenizações relacionadas aos funcionários da corretora, além de outros benefícios de rescisão. As despesas com remuneração baseada em ações relacionadas à demissão ficaram entre US$ 91 milhões e US$ 95 milhões.

O CEO e co-fundador, Brian Armstrong, deixou uma mensagem no blog da corretora aos funcionários no dia 10, na última terça-feira. “ Compartilhei uma atualização com nossos funcionários hoje que também quero compartilhar publicamente. Consulte detalhes adicionais sobre o impacto financeiro desses eventos em nosso 8k arquivado na SEC esta manhã”. - disse Brian Armstrong. A Coinbase surgiu em 2012 é oferece uma plataforma digital e intuitiva para quem deseja investir em criptomoedas. “Nossos projetos continuarão funcionando normalmente, apenas com menos pessoas na equipe. Compartilharemos mais detalhes publicamente sobre a perspectiva de despesas e arquivamento público 8k e em nossa teleconferência de resultados no quarto trimestre em fevereiro.” - diz Brian Armstrong

Capa Destaque: A Coinbase é uma das plataformas mais recomendadas para negociações de criptomoedas Foto: Reprodução/Forbes.