Esportes

Com bela atuação, Brasil goleia o Paraguai no Mineirão

02 Fev 2022 - 09h40 | Atulizado em 02 Fev 2022 - 09h40
 Com bela atuação, Brasil goleia o Paraguai no Mineirão

Com a classificação garantida para a Copa do Qatar, que será realizada no fim deste ano, o Brasil segue liderando as Eliminatórias Sul-Americanas. Na noite desta terça-feira (01), a Seleção Brasileira goleou o Paraguai por 4 a 0 no Mineirão. Raphinha, Philippe Coutinho, Antony e Rodrygo marcaram os gols da partida válida pela 16ª rodada.

O Brasil manteve o domínio durante todo o jogo, atuando quase os 90 minutos no campo adversário. Já com 2 minutos de jogo, Raphinha abriu o placar. Gol que foi anulado na sequência por um toque de mão do jogador brasileiro.

Aos 28 minutos, após lindo lançamento de Marquinhos, o próprio Raphinha voltou a marcar, colocando o Brasil na frente do placar. Já na segunda etapa, Philippe Coutinho fez o segundo gol aos 16, com um belo chute de fora da área.

Com o Paraguai totalmente perdido em campo, Tite alterou a equipe para dar rodagem aos convocados. E foi com os jogadores do banco que a goleada foi construída. Antony, em mais um belo gol, fez o terceiro da partida aos 40 minutos. Dois minutos depois, Rodrygo fechou o caixão e deu números finais ao jogo.



Com a goleada, a Seleção mantém a invencibilidade na competição, chegando aos 39 pontos, quatro a mais que a Argentina, segunda colocada. Já o Paraguai, com apenas 13 pontos, não tem mais chances de se classificar para o próximo Mundial.

Prevista para o fim de março, a última rodada das Eliminatórias irá definir os últimos classificados para a Copa. O Brasil enfrenta o Chile, em casa, e a Bolívia em La Paz. Já o Paraguai recebe o Equador e encerra sua participação fora de casa contra o Peru.

Ficha Técnica

BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Telles; Fabinho, Lucas Paquetá (Rodrygo) e Philippe Coutinho (Bruno Guimarães); Raphinha (Everton Ribeiro), Vini Jr. (Antony) e Matheus Cunha (Gabriel Jesus). Técnico: Tite

PARAGUAI: Antony Silva; Robert Rojas (Escobar), Balbuena, Junior Alonso e Arzamendia (David Martínez); Braian Ojeda, Mathías Villasanti (Benítez), Richard Sánchez e Braian Samudio; Miguel Almirón; Carlos González (Sanabria). Técnico: Guillermo Barros Schelotto.

Foto Destaque: Lucas Figueiredo/CBF