Money

Com investimento de R$ 360 milhões do Governo de Pernambuco, Porto de Galinhas deve aquecer o setor imobiliário no Nordeste em 2022

16 Fev 2022 - 05h00 | Atulizado em 16 Fev 2022 - 05h00
Com investimento de R$ 360 milhões do Governo de Pernambuco, Porto de Galinhas deve aquecer o setor imobiliário no Nordeste em 2022

Apesar dos grandes impactos da pandemia no setor imobiliário no Brasil nos últimos dois anos, o Nordeste vem chamando a atenção pela alta procura em zonas litorâneas em estados como Pernambuco e Ceará
De acordo com pesquisa divulgada no ano passado pela Brain Inteligência em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o setor imobiliário do Nordeste tomou a liderança nacional no quesito intenção de compra entre a metade e o fim de 2021. Segundo o levantamento, a região sofreu muito menos que todo o Brasil e, já na metade de 2020, elevou a média nacional com a intenção de compra em quase 50%.

Com a chegada da pandemia e a permanência das pessoas em casa, se reprimiu uma demanda elevada, que com o passar do tempo e a flexibilização de algumas atividades, impulsionou o turismo interno. Na verdade, esses paraísos sempre existiram bem próximos de nós, o que houve pós pandemia foi uma atenção maior para o turismo interno e uma valorização em todos os âmbitos que envolvem esse mercado”, disse Matheus Oliveira, que trabalha há 7 anos com mercado imobiliário do Nordeste no nicho de praias.

Com a alta procura de casas e propriedades perto de praias, o setor ficou extremamente aquecido e vem atraindo investidores internacionais, inclusive. De acordo com Matheus, por serem bens que poderão ser utilizados pelos donos em aluguéis e estadias à turistas, a região acaba trazendo um diferencial e isso vem sendo sentido em todo o Brasil.


Matheus Oliveira (Foto: Divulgação)


Imagino que são vários elos que unidos impulsionam a região, possibilitando alternativas ao ar livre ou em praias por exemplo, que viabilizam experiências extraordinárias sem tirar o foco do cuidado com a saúde e a transmissão da covid”, revelou

Sendo palco de praias paradisíacas e uma variedade de imóveis, o Nordeste pode impressionar qualquer investidor. E, mesmo com as capitais como Recife e Fortaleza como foco, Porto de Galinhas (PE) vem atraindo grandes marcas, tendo um diferencial pela linearidade que sua praia possui. E, já para 2022, o Governo de Pernambuco anunciou que irá investir R$ 360 milhões apenas em melhorias na infraestrutura do Litoral Sul, o que vai valorizar ainda mais a região.

Segundo o especialista Matheus Oliveira, investir em locais como Porto de Galinhas é algo certo porque não desvaloriza, mesmo em períodos de baixa estação.

“Os destinos do nordeste, em sua maioria, mantêm níveis elevadíssimos durante o verão mas ‘esfriam’ em épocas de baixa estação. Já Porto, devido a sua proximidade com um grande centro (Recife) e estruturação concreta para recebimento de turistas, mantém o nível de ocupação elevado durante todos os períodos do ano. Investir em regiões aquecidas como essa, possibilitam rentabilidade através de 2 vieses principais que são a valorização do imóvel ou a locação por temporada, que tem alcançado resultados cada vez mais expressivos”, explicou.

Ainda segundo Matheus Oliveira, mesmo com as incertezas do mercado imobiliário brasileiro para 2022, cidades litorâneas como Muro Alto, Carneiros e Porto de Galinhas continuam trazendo excelentes perspectivas para quem quer investir em propriedades no Nordeste por conta da alta procura. “Tudo isso (investimentos e atenções) claramente valoriza como um todo o ambiente e nos trás, através de resultados, a certeza de que estamos no lugar certo e na hora certa. Acredito que o melhor momento para se investir nessa região é agora”, finalizou.