Tech

Com um ‘pacotão’ de melhorias, WhastApp anuncia novas funções

15 Abr 2022 - 08h00 | Atulizado em 15 Abr 2022 - 08h00
Com um ‘pacotão’ de melhorias, WhastApp anuncia novas funções

Coma intenção de melhorar o uso do aplicativo, o WhatsApp vai ganhar diversos novos recursos para facilitar interação nas conversas. Entre elas, reações a emojis e também envio de mídias de maior capacidade de armazenamento, bem como outras novidades.

Vale lembrar que os recursos serão disponibilizados de forma gradual nas próximas semanas, inclusive no Brasil. Assim como acontece no Facebook, o usuário conseguirá reagir à uma conversa, só que com emojis.

Sobre compartilhamento, umas das melhorias consiste na ampliação do tamanho de arquivos que se pode compartilhar por meio do aplicativo. Usuários poderão enviar documentos, fotos, vídeos de até 2 GB para seus contatos.


O famoso "zap" ganhará novas atribuições (Foto:Reprodução/Camaquã Notícias)


Para quem gosta de falar com várias pessoas ao mesmo tempo, o app de conversas, nesta atualização, permite fazer ligação em grupo para até 32 pessoas. Até então, o limite era de 8 participantes.  Outras novidades  para facilitar a troca de mensagens por voz, como ouvir mensagens fora da janela das conversas e acelerar a velocidade dos áudios, já tinham sido anunciadas.

Sobre os novos recursos, é importante falar sobre uma ferramenta que vai preparar o terreno para o lançamento de uma grande novidade: o WhatsApp Comunidades. Essa ferramenta vai agregar diferentes grupos em um espaço compartilhado, com a possibilidade de enviar avisos para vários deles ao mesmo tempo.

O WhatsApp pretende atender pequenos grupos com o mesmo interesse, como escolas, membros de congregações religiosas, moradores de um mesmo condomínio ou até mesmo empresas. Será dado maior poder aos administradores, que poderão enviar avisos a todos os administradores e então avisar a todos os participantes da comunidade e controlar quais grupos e usuários podem ser adicionados.

O WhatsApp fechou um acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para combater a desinformação durante as eleições de 2022. Na ocasião, o CEO Will Carhcart, se comprometeu a não implementar nenhuma mudança significativa do produto no Brasil antes das eleições.

Foto Destaque: Ícone do WhatsApp. Reprodução/PixaBay