Notícias

Comércio e turismo em Capitólio são afetados após tragédia

11 Jan 2022 - 13h15 | Atulizado em 11 Jan 2022 - 13h15
Comércio e turismo em Capitólio são afetados após tragédia

O acidente causado pela queda de uma parede rochosa dentro da represa de Furnas em Capitólio, Minas Gerais, já vem abalando o comércio e o turismo da região. A tragédia ocorrida na tarde do último sábado (8) causou a morte de 10 pessoas e deixou vários feridos.

Após o acidente a circulação de barcos e lanchas pela represa foi proibida. Muitos restaurantes que ligam as margens da rodovia à cidade de Passos estão fechados, o que indica uma diminuição de turistas no local. Outro fator que indica que os turistas estão evitando o local foram os cancelamentos de reservas em pousadas da região, além de haver uma queda de mais de 50% nas aquisições de novas reservas. 


 

Desabamento de paredão rochoso em Capitólio (Foto: Reprodução/CBMMG)


Karla Cristiane Farias, que é dona de duas pousadas, confirmou que houve essa queda significativa e está esperançosa de que pelo menos aquelas reservas que já foram feitas permaneçam sem cancelamentos para o final do mês de janeiro. A dona de pousadas também contou que uma de suas hóspedes não sai mais do quarto da pousada desde o ocorrido, e afirma que ela já cancelou o resto de sua viagem na região por conta da tragédia.

Karla ainda destacou como o turismo na cidade se desenvolveu muito rápido nos últimos 5 anos. E, além dos prejuízos que terá com os quartos da pousada vazios, ela também vende os passeios nas atrações da cidade.

Além da represa e os cânions que são cartão-postal de Capitólio, a cidade conta com 40 cachoeiras, que estão sendo monitoradas desde um incidente com uma tromba d’agua que atingiu um grupo de turistas há 3 anos. Esse monitoramento conta com vigia de funcionários nas áreas mais altas e sirenes.

Os reflexos do acidente também mostraram uma queda no comércio local. As sócias e irmãs Beatriz Alves Soares e Talita Alves Soares já contabilizam as perdas, como abriram um restaurante no centro de Capitólio em novembro do ano passado, já estavam contando com o movimento aumentado de turistas nessa época do ano.

 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Mae-recorda-acidente-em-Capitolio-quando-reencontrou-seus-filhos-feridos 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Deslizamento-de-canion-em-MG-atinge-lanchas-com-turistas 

https://inmagazine.ig.com.br/post/Fenomeno-La-Nina-ira-influenciar-para-que-o-tempo-seja-mais-chuvoso-neste-verao 

 

As irmãs acreditam que agora o movimento será de moradores da cidade mesmo. Relatam também que Capitólio é famoso pelo turismo aquático, mas que o local oferece muito mais diversidades ambientais que isso.

Foto Destaque: Cânions de Capitólio. Reprodução/CBMMG

 

Mais Lidas